Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O desejo... (3º parte)

... Ele completamente dominado pelo ódio e pelo álcool tomava atitudes que não eram de sua índole...

... Ela completamente pasma relutava...

... Ele a chamava de meretriz...

... Amarou seus braços na cabeceira da cama...

... Ameaçou-a com uma faca...

... Colocou a faca, em seu rosto, mandou que ficasse quieta ou ele a cortaria, deixaria cicatrizes como a dele no rosto dela...

... Ela tremia, e ele estava extremamente excitado...

... Passeou com o rosto por todo o seu corpo, olhando bem de perto, sentindo cada pedacinho ao qual tinha vergonha de olhar antes...

... Foi então descendo lentamente a faca por entre seis seios, quase totalmente amostras a esta altura, colocou a faca entre suas cochas e rasgou-lhe a calcinha...

... E a esta altura e nem chorava, apenas tremia e gemia de medo a cada gesto dele...

...Nada passava pela sua cabeça naquele momento...

... Então ele agressivamente a invadiu, com tal violência que ela achou que era a faca que se encontrava dentro dela...

... Achou naquele instante que morreria...

... Então ele, entre suas pernas a puxava e se infiltrava, cada vez mais rápido e cada mais forte...

... Ela chorava de dor e de desespero...

... Nunca o tinha visto tão enfurecido...

... Ele beijava os seios dela e lábia a sua boca...

... Mas ela estranhamente não sentia nojo...

... Quando já exausto e completamente saciado...

... Adormeceu em cima dela e dentro dela...

... Ela assustada, exausta, com dor, com medo, suja de sangue e do prazer dele, também adormeceu...

... No outro dia pela manha, ele acordará no chão, confuso, com dor de cabeça...

... Levantou-se e viu então ela nua, com os braços amarrados, suja de sangue...

... Olhou então para suas mãos, também sujas de sangue...

... Então chorou desesperado como uma criança que se perdeu da mãe...

... Chorando então, cortou as cordas, pego-a em seus braços...

... Ela neste instante já acordada com o som do pranto dele...

... Que se esvaindo em lágrimas implorava-a ela perdão...

... Muda e desorientada, ela o abraçou e chorou junto a ele...

(continua)
Enikcxs
Enviado por Enikcxs em 06/09/2006
Reeditado em 06/09/2006
Código do texto: T233692
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Enikcxs
Santa Maria - Distrito Federal - Brasil, 34 anos
33 textos (1484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:04)
Enikcxs