Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No Silêncio da Noite

Vestes negras num caminhar sem rumo.
Pesadelos noturnos e solidão cercam criatura tão benevolente e sinistra com sentimentos ocultados em sua alma.
Natural, clara e cheia de luz, externamente transparece o que um dia foi e desejava ser.
Sua alma no entanto capta em meio ao mundo real sensações que numa caminhada noturna tornam-se eternamente parte de seu eu.
Vida, ah vida... Morte.. o que seria a morte?
Como seria boa se realizada na proporção dos desejos.
Mas sobram as vestes negras, vestes tão puras a sua alma e tão assustadoras aos que não a compreendem.
Tatuagens pelo corpo amedrontam os preconceitos sociais e tornam-na parte de um mundo excluído pelos padrões estipulados pela sociedade a que pertence.
Mas o passado se torna real e presente a cada momento delicado de sua existência.
Sua caminhada sem rumo pelo mundo torna-se parte de um princípio único traçado a muito tempo.
Tempo este vindo de antes de sua atual existência, seria chamado destino? Karma? Sina?
Vidas se misturam a sua, estrelas na face, amigos sinceros, amigos ausentes e outros tantos que com sua simplicidade se encantam, amores vividos, amores reais, amores há muito esquecidos ou apagados pelo véu do passado na sua bela alma sombria e duplamente iluminada.
Espiritualiadade forte, com uma luz intensa que se mistura a sombra de desejos ocultados por seu medo de ser ela mesma.
Mas no silêncio da noite ela se esconde e ao mesmo tempo se liberta trazendo a tona o que sempre foi e desejou pra si.
Sorrisos em meio a danças exóticas, sentimentos tatuados na pele e expostos no dia-a-dia tão plenamente que não deixam dúvidas do que ela realmente é, e sonha.
Mas no silêncio da noite ela se revela e caminha por entre os desencarnados sem nenhum medo nem oposição ao que o astral lhe revela e impõe, és uma dama, uma dama da noite, tão sombria e pura que somente os que sabem ver podem reconhecer em sua alma o doce desejo de vida e morte, misturados em si tornando real o que ela é.
Cabelos negros e lisos, alcançam abaixo de sua cintura a silueta única e bela, com contornos de mulher, sorriso de menina e marcas delicadas na pele, desenhos artísticos que tatuam sua alma com uma história, história que seus sentimentos contam para os que podem ouvi-la.
Bela dama da noite que no silêncio sempre caminha, sozinha anda por entre mundos, migra sobre tempos diferentes, épocas longínquas e de eras passadas, vidas em comum, morte nem sempre.
Vampira da noite em uma alma de bruxa que insiste em lutar contra sua real essência. Mas no silêncio da noite ela se revela e é lá que sonha, conquista e realiza seus mais belos desejos.
Através dos anjos e demônios contidos a sua volta ela encanta quem a conhece e assusta os que apenas a olham com olhos humanos mesquinhos.
Uma deusa, uma dama, uma lady, Lady Dark de um mundo onde somente as sombras e a verdadeira luz podem entrar.
Senhora da Luz
Enviado por Senhora da Luz em 23/09/2007
Código do texto: T665329
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Senhora da Luz
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 42 anos
40 textos (5513 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 17:45)
Senhora da Luz