Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Proezas no futebol amador (A Saga..25.)

     O time do Cedro começou a criar fama nas redondesas. Não perdia nenhuma partida e seu ataque era goleador.
Constâncio teve oportunidade de demonstrar seus pontos fortes:a velocidade e o chute forte,tanto de perna esquerda como de  direita.
Aí, começaram a circular “causos” sobre a potência de seu chute.
    Dizem que num jogo contra o time de São vicente, na cidade vizinha, não tinha jogo de futebol há tanto tempo, que cresceu um pé de goiaba na beira da grande área.
Na partida Cedro X São Vicente, a molecada percebeu que a goiabeira estava apinhada de goiabas, no ponto de colher, quase totalmente maduras.
Ninguém tinha coragem de ser o primeiro a colher uma fruta diante da platéia que lotava o campo, com medo de ser vaiado e chamado de esfomeado pelos visitantes.
   Eis que numa das investidas do ataque do Cedro, pelo lado direito, a bola sobrou limpa para Constâncio que, numa velocidade impressionante, superou seu marcador e soltou um petardo.  Este por acaso não foi direto para o gol , saiu um pouco à direita e acertou em cheio o tronco da goiabeira. Com a violência do chute, o tronco tremeu forte e as goiabas caíram, coalhando a beirada do campo.        Instintivamente, a molecada invadiu o gramado na ânsia de apanhar os frutos que aquela hora da tarde eram um verdadeiro maná para a garotada. OJuiz teve que interromper a partida por alguns minutos, até que a molecada se empanturrasse de goiaba e voltasse para seus lugares festejando num coro improvisado: CONSTÂNCIO!,CONSTÂNCIO!,CONSTÂNCIO! Enquanto a torcida dos dois times se esbaldava de rir e aplaudir.
Foi a glória para o ponta direita do Cedro Esporte Clube.
De outra feita numa jogada parecida, a bola chutada por Constâncio carimbou a junção da trave vertical com a trave horizontal da parte superior do gol. A madeira pela exposição sob a chuva em anos e já meio podre se espatifou, e o Sr juiz sem saber se dava, goal, tiro de meta ou escanteio, tirou o barbante  do pescoço, jogou o apito para a torcida e abandonou a partida desentendido...
Aí,desta vez, os aplausos para Constâncio se misturaram às vaias para o juiz...
Aecio Flávio
Enviado por Aecio Flávio em 02/10/2007
Reeditado em 06/10/2007
Código do texto: T678040
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aecio Flávio
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 76 anos
139 textos (21100 leituras)
117 áudios (22399 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 23:25)
Aecio Flávio