Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Gardênia


E ela estava lá parada sentindo uma brisa gélida alisar a tua face,
quando foi surpreendida pela mais bela flor do parque.
Uma flor que era única entre tantas outras e que chamou sua atenção.
Ela se sentou ao lado da flor.
Não teve coragem de arrancá-la.
Não sabia ainda que flor era aquela.
Mas ela sabia o que queria para aquele dia.
Tirou uma foto da flor e levou a floricultura.
'Eu quero esta flor'
Ele era lindo, um sorriso encantador, lhe entregou a flor.
'De mim pra você'
Ela saiu de lá com um sorriso estampado no rosto.
Voltou para o parque, agora não estava mais só.
Ela tinha sua flor.
Uma gardênia branca.

Pouco tempo depois ela tinha compania no parque.
Ela não era mais a mesma com a sua gardênia.
___________________________________________________________

Bom, eu dei tanto de mim para dar certo
Agora eu sei o que foi a melhor parte
Isto é tão fácil de alcançar quando estou de partida
Esquecendo que eu já tive um coração partido.

Eu sou a única que gosta de gardênia
Eu sou a única que gosta de fazer amor no chão
Eu não quero desligar o telefone ainda
Isto tem sido bom
Buscando saber mais de mim.

Eu tenho visto meus antigos amigos na cidade
Andando sozinhos no Central Park
Fazendo todas as coisas que eu não faço
Descartando-os
Para estar em seus braços.

Bom, eu ouço minha própria voz
Soando tão fraca
Mantendo-se ligada contando minha estória por ai
Tudo que perdi parece tão diferente
Bom, assim é como todo mundo se acha.
Viviane Heleno
Enviado por Viviane Heleno em 15/10/2007
Código do texto: T694804
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Viviane Heleno
Itabuna - Bahia - Brasil
17 textos (5348 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 13:20)
Viviane Heleno