Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Diário de um endividado 1/1 – E agora José?

- Como vou pagar isso meu Deus?
- Isidoro?
- Oi?
- Pagar o quê?
- Oxente mulher! Esqueceu que faz quatro meses que não recebo? Você acha que essas compras foram pagas?
- Mas homem, eu não te disse que pegava emprestado com painho?
- Painho? Ta maluca? Eu não vou me humilhar diante de seu pai!
- Que é isso “Doro”?
- É isso mesmo! Prefiro ameaçar Mercadino e enrolar Mercadina até que o patrão me pague do que pedir dinheiro a seu pai!
- O que? Ameaçar, enrolar, não estou entendo?
- Meu prazo pra pagar o empréstimo que eu fiz com Mercadino venceu ontem. Não tinha dinheiro e ele queria me matar. Para não morrer disse a ele que deixei em sua bolsa uma foto dele vestido de mulher.
- Minha Nossa Senhora dos endividados! Você tá maluco? E se ele vier atrás de mim?
- Pode ficar tranqüila, ele acha que você está na maternidade.
- O que? E cadê a foto?
- Que foto?
- Ai Antonio Manso Pacífico de Oliveira Sossegado! A foto que você disse estar na minha bolsa?
- Não tem foto Darcília! Eu menti.
- Mentiu? Você não tem juízo não é?
- Você queria o que? Que eu morresse? Nem morto! Até lá dou um jeito.
- Jeito como? Mata ele antes?
- que matar mulher! Vira essa boca pra lá! dou um jeitooooo, oras, dando um jeito ué!
- Ai minha Dolores Fuertes de Cabeça!
- Que santa essa?
- Não é santa Isidoro! Você mente para o agiota mais perigoso da região, põe meu nome no meio, você acha o que? Minha cabeça tá pra explodir!
- Calma!
- Calma o cacete! Como você enrolou dona Mercadina?
- Bom, eu disse a ela que você pariu!
- O queeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!
- Cal...
- Calma o que? Você põe-me em risco e ainda suja meu nome! Você quer que eu tenha calma?
- É que...
- É que nada! Vou agora mesmo contar pra meu pai, e vê se ele dá um jeito nisso.
João Áquila
Enviado por João Áquila em 10/11/2007
Reeditado em 10/11/2007
Código do texto: T732078
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Áquila
Aracaju - Sergipe - Brasil, 33 anos
142 textos (33053 leituras)
1 áudios (113 audições)
1 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 04:45)
João Áquila