Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Guerreiro Suburbunano..eu vi ainda menino

Guerreiro suburbano
“...Naquela tarde...eu, menino...vi um guerreiro suburbano...sua arma..o ultimo dos bastiões da força revolucionária brasileira(ela existe?)o  ódio materializado...pronta a disparar, desferir balas de justiça....emanadas do rancor, da sofreguidão....da desigualdade...brutal...estava lá...prestes a lutar, a imponência de um gladiador romano, ocultando a fragilidade do povo brasileiro..chegara a hora...invadir o planalto, berço da subversão,o mal em concreto...glorioso cartão postal da máfia latino-americana, cada degrau,cada porta, cada luminária...as paredes entranhadas de corrupção,de lágrimas, de sangue...será o fim de tudo isto?irá esta grandiosa fortaleza sucumbir, diante deste destemido?...um passo à frente...falta pouco...na mente, idéias...pensamentos..uma grande carnificina talvez..sangue derramado...alma do povo lavada...um suspiro.. dois... três... quatro... cinco?espere..quantos suspiros são necessários para se iniciar uma revolução?vamos não desista....foram meses de planejamento... estratégia...estudos de campos de batalha...primeira, segunda guerra... Bonaparte, Hitler, Mussolini,táticas de guerra dos romanos,gregos, bárbaros...ideologias estudadas a fundo...e claro todos os vídeos de S.Stallone, nada pode dar errado...tudo pronto...todas as esperanças do povo brasileiro depositadas no arsenal, deste bravo homem...a última conferida..munição... gás.. granadas..  colete...cachaça...um terço, ok!..um passo a frente....o segundo...o terceiro....quando avista o primeiro inimigo, terno italiano...relógio suíço...andar tranqüilo...era o encontro da máquina mortífera(plágio  mais que oportuno)...sedenta de sangue...com um dos inúmeros vilões daquela corja...qual arma utilizar...qual mataria mais lentamente...e proporcionaria mais dor... Ei! v-você! Morte..aos inquisidores da nação!!...esbravejou o exaurido homem...será agora o inicio do “Armagedon”?..fique parado onde esta! A arma balançava mais que tudo...naquele momento passou um filme...de sua vida em sua cabeça...todas as atribulações..sofrimento...angústia...as quais se submetem os sobreviventes deste país...seria ele com esta atitude um Mártir...ou um psicopata?..Herói...ou..bandido?Quero ver Freud..decifrar o que se passa na cabeça de um brasileiro..diante de tanta desgraça...afirmou...antes de dar um irônico sorriso...seguranças perceberam a abordagem...e tentavam se aproximar...o guerreiro apontou a arma...dedo no gatilho...não há nada que o impeça..Hum...Dois..Três....É o fim!!!! caiu no gramado....um tiro na cabeça...ceifou a própria vida...Era a única coisa a ser feita...estava la...a fotografia do nosso país...o cadáver de um cidadão...uma arma...um político...sangue...escorrendo...banhando o lago...assim como no juízo final...tudo isto nos arredores do Planalto...as informações voam...a imprensa esta a caminho...repórteres bradam, a morte de um marginal...possivelmente drogado...que sem nenhum motivo aparente..tentou exterminar inocentes...que trabalhavam...pelo povo...no templo sagrado...O Planalto Central...senadores...deputados...ministros... davam suas versões...ressaltavam a importância do seus respectivos trabalhos no desenvolvimento da nação...tomadas ao vivo...o povo assistia em todo o país...depositando suas esperanças naqueles bravos homens que quase foram mortos por um irracional...Deus é justo...confortou-se a senhora que assistia a transmissão...o episodio estava contornado...provavelmente...dentro de dois dias já seria esquecido...tudo voltaria ao normal...O império estava intacto...e um “marginal” a mais a menos...convenhamos não nos faz diferença...Só que alguém...pelo menos alguém..sabia da verdade....esse alguém era
Eu,menino....que naquela tarde vi um guerreiro suburbano... agora já não mais armado...sua arma já não desferia balas de justiça....o guerreiro fora morto...impiedosamente... urubus ao céu reverenciam o corpo em decúbito...restara-lhe o odor de suas entranhas...esvaindo-se pelos arredores, odor esse...friamente inalado e degustado...’’Pelo sistema”...com Uísque doze anos um charuto Cohiba...ao som de “Aquarela do Brasil”...
Thiago Campos
Enviado por Thiago Campos em 01/04/2005
Código do texto: T9160
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Campos
Recife - Pernambuco - Brasil, 32 anos
5 textos (442 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:56)