Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tarde demais

Tarde demais
(08/10/2004)

Viagem, viagem, viagem... é tudo que eu consigo pensar
Minha mente está cheia
Minha cabeça, num turbilhão de idéias
Meus pensamentos voam para longe daqui
Acho que vou explodir
Estou acabada, não consigo mais dormir
Cada passo que dou é acompanhado por uma queda
A cada queda a dor aumenta
A dor é forte e reconfortante
Me dilacera ao mesmo tempo em que acalma
Machuca, mas isso não mais importa
Pois não tenho tempo para lamentações
Isso consome muito de mim
Uma loucura me invade
Não vejo mais a vida como via antigamente
Antes era manipulada, agora acordei para o mundo
A insanidade do mundo agora está em mim
A ira me consome, quero sumir, desaparecer
O descaso me irrita
Nesse momento inoportuno, indagações me são feitas
Reflexões e respostas me são negadas
A usura do povo aleja
Não vou mais agüentar
O meu peito cala
Tarde demais
Morri!
Lupt
Enviado por Lupt em 08/01/2006
Reeditado em 11/06/2006
Código do texto: T95900
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lupt
Recife - Pernambuco - Brasil, 30 anos
12 textos (425 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:24)
Lupt