Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Andarilhos de ilusões

Ao caminhar pelas ruas,praças,avenidas em busca de ilusóes fez-se,parte.
Por avenidas repletas de carros ,ônibus e pessoas totalmente sem direção me fiz andarilho de ilusões,
ao me cansar me punha a sombra de gigantescas árvores para cobrir e me repousar alimentando o meu descansar,
nos dias chuvosos entre as marquizes tentei me acolher e abrigar mas tendo comigo a ilusão,
De esmolas vivi,pois não tinha a sorte de um emprego dignido encontrar e não queria me bandiar para mundos de drogas,roubos,
E alí naquelas ruas,prças era o meu lar...
Dias frios,tentava me aquecer com papelões
nos dias quentes tentava ao menos me refrescar e matar minha sede na fonte que ali tinha como meu lar...
A fome,esta,por muitas vezes dibrei,outroshras ganhava  o que comer,
e das esmolas que eu ganhava muitas vezes dava para uma quentinha eu ter...
É!,minha vida de sofrer nunca me fez abater e perder minhas ilusões...
Pedia a Deus simplesmente um lar e um emprego nada mais q isto,e eu como sempre fui um andarilho de ilusões,continuo o meu caminhar até um dia poder encontrar e me dignificar tendo apenas um lar,um ganhar,e uma esperança de um dia tornar-me digno de uma vida decente para o meu viver...
Helga cristina
Enviado por Helga cristina em 03/04/2006
Código do texto: T133103
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Helga cristina
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
34 textos (1783 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:47)
Helga cristina