Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOMEM TULIPA - Com o GUIA DE SOBREVIVENCIA DO BEBUM.

Hoje totalmente regenerado e com o fígado dando graças a Deus, pela falta de álcool no sangue ou será pelo excesso de sangue na minha corrente alcoólica. Não importa, pela total experiência que adquiri como freqüentador de butecos “pés sujos” das cidades que reside, expresso aqui a minha opinião sobre este lugar que é o ponto de encontro dos amigos, dos inimigos e das pessoas que possuem um santo bebum como protetor e que descobrem no álcool (ou no chopinho de fim de tarde) que a água contamina o sangue e que o chopp limpa, purifica e filtra o fígado.
As mulheres que me desculpem, mas o ponto de encontro dos maridos e homens estressados, depois de um dia de trabalho estressante, não é o divã de um psicólogo, também não é um programa com a esposa e sim uma tarde de chopp com os amigos, onde falam de futebol, das mulheres às vezes da política.
Mas a pergunta é porque parar? Porque aos 37 anos de idade resolver limpar o fígado e restabelecer a cor do seu sangue, tirando a cor amarelada (de tanto chopp) de sua corrente sanguínea? Talvez seja por que a saúde começou a dar sinais de que a morte estará mais perto se não for tomadas medidas drásticas, ai bate o medo de que do outro lado não tenha nenhuma tulipa de chopp o esperando, então para acostumar com esta idéia é melhor treinar em vida do que em morte.
Tudo começou aos 14 anos de idade, são mais de 23 anos de chopp, cerveja, vodka, martini, run, conhaque, vinho, pinga, entre outras bebidas o sangue ficou embriagado e com uma porcentagem de álcool em excesso. Com toda está vivência de bar em bar, gostaria de proporcionar aos meus leitores um breve GUIA DE SOBREVIVÊNCIA DO BEBUM PROFISSIONAL, não poderá de forma alguma ser usado por um amador, caso contrario o mesmo colocará a sua vida em risco, podendo antecipar a sua hora e partir para o andar de cima ou de baixo, nunca se sabe.

GUIA DE SOBREVIVÊNCIA DO BEBUM PROFISSIONAL:

1) Saber achar o buteco adequado.
Como disse Lavoisier: “DA QUANTIDADE BUSCAR A QUALIDADE”. Freqüentar os butecos da cidade sem preconceito, às vezes atrás de um buteco “pé sujo”, está um lugar aconchegante, acolhedor, com tira gosta de primeira, atendimento personalizado e principalmente com uma cerva ou chopp estupidamente gelada.

2) Local do buteco.
Escolher o buteco de preferência perto de sua casa, assim a sua esposa (caso seja casado) possa te ver da janela da sua sala, sem precisar utilizar o telefone, deste modo irá fazer economia não precisando ligar no seu celular para saber onde você está.

3) Liberdade de ação.
Escolher um buteco, que faça você sentir como se estivesse na cozinha de sua casa, onde exista liberdade de abrir o freezer e tirar a cerveja. Nunca assente em cadeiras, é bom usar o balcão daqueles que dá calos no cotovelo, assim você fica perto do tira gosto e da cerveja.

4) Amizade com o dono.
Fique amigo do dono do bar, mas amigo mesmo. Porque ele será seu anjo da guarda, as vezes seu manobrista, seu psicólogo e algumas vezes seu banco.

5) Confie no dono do bar.
Use sempre a caderneta de pregos do bar (fiado) e confie de verdade no dono do buteco, por que muitas vezes você sairá tropeçando nos próprios pés e sem condições de contar o dinheiro muito menos fazer um cheque. Se houver possibilidade pague sempre adiantado e faça uma poupança no bar, assim sempre que você estiver em situações de extremo alcoólico o seu amigo (dono do butequim) fará um desconto na sua poupança do bar.

6) Tira gosto.
Quando estiver bebendo nunca peça de tira gosto “azeitonas”, pois ela poderá lhe fazer mal e embrulhar o estômago. Tira gosto de um bebum profissional sempre será carne (de todos os tipos), mandioca e fritas (raramente).

7) Santo de bebum.
Nunca jogue nada pro santo, ele não bebe mais. E além do mais desperdiçar bebida não é coisa de profissional.

8) Escolha dos copos.
Sempre escolhe os copos americanos (os de geléia), nunca tome em tulipas grandes se tiver que beber chopp em tulipas escolha as menores, por que assim a bebida não chega a esquentar e você acaba bebendo muito mais.

9) Mistura de bebidas.
Nunca mistura bebidas, se tomar cerveja, não beba pinga e nem wisky. E se beber wisky sempre tome muita água, para compensar o excesso de álcool. Outro detalhe quando beber cerveja nunca troque de marca se beber skol não mistura que Brahma nem antártica e vice-versa.

10) PINCIPAL.
Como no futebol, saiba a hora de parar, e se parar não volte. Mas nunca deixe de freqüentar o buteco, lá também tem água e refrigerante (por pior que seja é verdade), além de ser o ponto de encontro dos seus amigos. Lembre-se que bebida não combina com direção, então se dirigir não beba e se for beber me chame.

RMuzafir
26/02/05

Ricardo Muzafir
Enviado por Ricardo Muzafir em 26/05/2006
Código do texto: T163626
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Muzafir
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 48 anos
28 textos (1623 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:10)
Ricardo Muzafir