Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Guerreira

Não sei quando,mas decidi ser guerreira...
Em algum momento em minha vida fiz esta opção.
Não lembro, com certeza foi muito cedo,antes mesmo de possuir uma consciência totalmente formada.
Minhas lembranças concretizam esta afirmação, pois desde muito pequena, suportava as tribulações que me atingiam sem tombar.
Mais tarde,já amadurecida, decidi guerrear(luta travada  contra a dor, o sofrimento, as dificuldades, a falta de compreensão, as injustiças, a ignorância, o preconceito). São tantas que não dá para citá-las na íntegra.
Vencer meus defeitos,procurar melhorar e optar em viver  com justiça e fazer o bem.
É difícil esta decisão pois envolve muitas pessoas e diversos fatores.
O cansaço é muito forte, mas a recompensa é uma imensa paz de espírito.
Quando vejo pessoas desanimadas, pessimistas diante da vida, procuro de alguma forma ajudar.
Muitas vezes, sou mal interpretada, questionada, não me importo e como diz o povão "faz parte!".
E para aqueles que ainda desfalecem digo:
-Não deixem de lutar nunca!
Só se vence as batalhas lutando. E se perder e tombar, levante-se. Mesmo ferido no corpo e na alma  recomece. Um dia conseguirá.
E principalmente, nunca perca a esperança, pois o Senhor Jesus estará sempre ao nosso lado.

                           Maria Eugenia
camomila
Enviado por camomila em 31/07/2006
Código do texto: T205757
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Eugenia Oliveira Chiaretti). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
camomila
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
247 textos (10632 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:29)
camomila