Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Enrolações sobre amor

Mais um domingo terminava e ela estava ali, mais uma vez, na frente do computador; com o mesmo pijama, o mesmo cabelo despenteado, a maquiagem borrada do dia anterior.

Lia textos escritos por pessoas que ela não conhecia, que, na verdade, nem imaginava quem eram. Ela gostava disso. Textos de mulheres eram seus preferidos. Blogs e Zines cheios de corações partidos, destruídos, todos como o dela.

Todas sofrendo por aquele que parecia ser perfeito. Todas chorando lágrimas inúteis, molhando o teclado do computador, a mesa. Lágrimas caindo em copos de café, bebidas alcoolicas, molhando os cigarros e as cinzas.
'É, mulheres deprimidas sempre fumam, choram e bebem ao mesmo tempo. É incrível.' ela pensava enquanto ouvia a tv dizendo algo sem importância.

Não importava a fase em que ela se encontrava, ela sempre chorava por amor.
Quando o amor vinha, ela tinha medo de perdê-lo, quando o amor ia embora, chorava de saudade, quando ficava muito tempo sem ele, ficava deprimida e chorava um pouco mais.
Ela não estava sozinha. Sentia que muitas mulheres, naquele mesmo instante, sentiam-se como ela.

O problema não era escolher o cara errado, o problema não era amar de menos ou de mais, o problema era amar.
'A pior dor que eu já senti foi de amor' disse pra si mesma enquanto suspirava.

Naquele momento tinha chegado a uma conclusão, o amor não existe, a gente que tenta inventá-lo.
Dona Lexotan
Enviado por Dona Lexotan em 04/08/2006
Código do texto: T208687
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dona Lexotan
Santo André - São Paulo - Brasil
4 textos (318 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:22)
Dona Lexotan