Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O PEQUENO ENGRAXATE

        Era ainda bem garoto e franzino o pequeno Charles. Nome bonito, dado por sua mãe, agora viúva e enferma. Morava com seus dois filhos.
        Charles,  um tanto triste, depois de meditar na situação de sua família, decidiu construir sua própria caixa de engraxar, a fim de conseguir algum dinheiro. Martelou, martelou entre soluços e angústias, até conseguir o seu intento.
        Da fralda de sua velha camisa fez os panos de lustros e na venda da esquina adquiriu algumas latinhas de graxa.
        Sem que ninguém soubesse em casa, sua mãe doente e seu irmão trabalhando fora, Charles sai maltrapilho pelas ruas trazendo em seu olhar o brilho de esperança:
        “Engraxar sapatos?”, sai a perguntar o menino descalço.
         De repente, surge um moço de cabelos bem penteados que vai encontrar com a namorada, e pede: “Por favor, depressa e bem engraxado”.
         Prossegue o garoto esperançoso de conseguir mais alguns trocados.“Engraxar sapatos?”
         Lá na frente, um marajá desembolsa algumas notas... faz a conta e com jeito de apressado deixa o menino engraxate com apenas o preço exato. Nenhum trocado a mais tem coragem de dar como gorgeta.
         Após a batalha do dia, Charles volta para casa mais contente e mais decidido, fazendo contas e planos...
         Em casa, a mãe, disfarçando a preocupação e o pranto, recebe o filho e até se anima com sua alegria. Orgulhosamente, Charles acrescenta: Essa caixa eu mesmo fiz, já paguei as latas de graxa e aqui estão bolos e frutas.A mãe, apesar de enferma, alegra o coração vendo seu pequeno, num esforço exemplar.
         Mas Charles prosseguiu por mais algum tempo sua tarefa de fazer brilhar os sapatos dos moços que iam encontrar suas namoradas, dos velhos marajás e dos meninos ricos. Só não engraxava os próprios sapatos, pois corria descalço pelas ruas, até que um dia as coisas mudaram.
         Já no passado sua mãe acalentara o sonho ao lado do marido de que seu filho no futuro seria doutor.
         Charles cresceu, estudou e se formou sempre encorajado por sua mãe. Hoje ele é de fato, doutor; e conta sua história simples de gente humilde que foi, mas que com honra e dignidade ocupa posição de destaque social!
         Que a história de Charles seja um estímulo e exemplo para muitos meninos!
         Vale a pena ter propósitos, estabelecer metas e desenvolvê-los com força de vontade.
Maria Loussa
Enviado por Maria Loussa em 19/07/2005
Código do texto: T35882

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.loussa.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Maria Loussa
Posse - Goiás - Brasil
391 textos (135858 leituras)
5 áudios (370 audições)
4 e-livros (1907 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:06)
Maria Loussa

Site do Escritor