Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu tubo de mousse pra cabelo

Uma pequena sátira com modismos,em especial nesta crônica,um certo modismo curitibano... Muitas vezes o estilo parece ser mais importante que o motivo.

             Meu tubo de mousse pra cabelo

    Saí do trabalho apressado. Tenho várias coisas pra fazer antes de ir encontrar os caras na porta do Jimmie’s Bar. Preciso ir na farmácia comprar um tubo de mousse pra cabelo por que não tenho como deixar isso aqui ajeitado como eu gosto sem entupir de mousse... engraçado... Esses dias minha tia meio louca me disse: “Guri, esse teu cabelo parece o dos caras do De Rruu, sabe, aquela banda setentona?” Eu pensei: Dãarr, tia... Nem é De Rruu é Yahoo, não é banda setentona e meu cabelo nem parece com o daquele cara. O dele parece com o do Xitãozinho... Esse pessoal mais velho metido à sabe-tudo é de lascar. Aliás, meu cabelo parece com o do pessoal do bar, a gente sempre corta junto, ou melhor, um corta o do outro. O Paul tem a navalha e corta o meu, o do Johnnie, o do Ritchie e o do John. E é o Paul também que consegue os terninhos que usamos, num brechó perto da casa dele. Meu pai diz que é coisa de veado, minha mãe diz que eu pareço um “Mod Inglês” (ela usa uns termos do além, acho que minha mãe não parou de viajar desde que foi hippie) e a minha tia louca insiste em dizer que eu pareço os caras daquela banda... Essa tia é pior que a minha mãe...

   Os caras do bar me apelidaram de Hoggie, por que todos usamos apelidos bacanas como este, e meu nome Augusto, é Hoggie em inglês, achei bem legal. (Augusto dos Anjos Siqueira... de onde a mãe tirou isso?!)

   Quando tem festa no bar é show, a gente dança a noite inteira e rolam conversas intelectuais. Fico sempre perto do John por que ele é jornalista. É legal a galera do jornalismo por que eles continuam se chamando por jornalistas mesmo quando trancaram a faculdade. Então é "cool" por que você pode ser jornalista no primeiro ano da faculdade ou mesmo se trancar.
Vou prestar vestibular pra Jornalismo este ano com certeza.

  E esse ônibus que não chega... Hum,é aquela guria meio hippie descendo a rua... Vejo ela sempre perto do Largo da Ordem... Acho que ela é bem gata com aquelas roupas meio transparentes e largas, mas o Jonnie ia ficar de cara. A namorada dele, e as dos outros caras do Jimmie’s Bar, usam aquelas meias pretas cumpridonas, tipo de jogador de futebol, com saia curta de preguinha e uns cabelos que parecem os “Playmobil” do meu velho... Acho tosco, mas os caras curtem... Se eu aparecesse com essa guria meio hippie (e beeemm gata) os caras poderiam achar que eu estaria “descaracterizando nosso estilo” (ao menos, é isso que o Jhonnie diria)...

    Beleza, depois de passar na porta do bar pra encontrar a galera vamos no "Festival de Cinema Indígena", lá na Cinemateca. O John que descobriu essa pira pra hoje. Aliás, foi o John que descobriu também no mapa mundi onde ficava a Índia. Fiquei de cara em saber que a vaca lá é um animal sagrado... Como será que os caras se viram sem Mac Donnalds?! Deve existir um outro tipo de lanchonete que seja campeã de vendas, afinal, quem no mundo passa sem hamburguer? Se eu tivesse chance de mostrar minhas idéias pra esse pessoal ficaria muito rico... Aha! Eu sou cool, "cool fenomenal"!

    Esses dias fiquei bem de cara... Tava indo almoçar, andando na rua e cruzei com dois metaleiros, daqueles de cabelão na cintura... Eu não tava de terninho e nem de mousse, daí os caras passaram por mim, fizeram aquele sinalzinho do capeta e disseram “ Uhu, Jamones!!” Fiquei indignado!! Poxa, eu estudei espanhol, sei que Jamón é salame, o que os caras pensaram?! Tavam me tirando?! Ou o meu cabelo sem mousse parece o do Rickie Martin?! O que é isso?! Eu não escuto esse tipo de música!! Eu escuto... Ahmm, eu escuto os discos do Paul!! Ele tem uma coleção bem bacana, tão sem capa, eu nunca lembro quem tá cantando, mas é legal, e todo mundo dança, eu não entendo inglês mesmo, então vou no ritmo...

   Abri o portão, muito bem! Hoje eu deixei a chave fácil de pegar na bolsa... Tô ficando mesmo cada dia mais ligado! Vou tomar um banho correndo e ligar pros caras, já tá ficando tarde e vou me atrasar. Vou entrar pela porta da cozinha pra ninguém me ver de boné, não quero que me vejam sem terno e sem o cabelo montado. Em meia hora fico pronto, sou bem rápido. Aliás, eu sou mesmo um cara incrível, agora que me liguei em quanta coisa pensei no caminho do trabalho pra casa! Preciso ir comprar mousse mais vezes, isso me fez bem pra caramba...

   Putz!! Não comprei o mousse!!
Carla Umbria
Enviado por Carla Umbria em 03/08/2005
Reeditado em 03/08/2005
Código do texto: T40089
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carla Umbria
Curitiba - Paraná - Brasil
12 textos (2534 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:18)
Carla Umbria