Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Já viu alguem assim?

A vezes que fico  nervoso, outras fico zangado,
Sei que não adianta nada acabo me deixando  levar.  Tenho é claro que me segurar preciso ter e
Tem cuidado se não caio na mão dessa criatura de vez, mas no começo era bom eu dizia a quem falava! Ela não quer me destruir, ela só quer é me amar.
Mas isto é que vai acabar acontecendo Ela diz que tem pena de mim ela não quer me maltratar mas do jeito que está indo, é o que vai acontecer

 Não me deixa respirar ela é insegura, que chega a me sufocar; acha que não pode me deixar sair
É por isso que eu digo que ela não tem confiança em mim; eu sei  ela não quer me desagradar
E sem querer acaba desagradando; por exemplo, eu fugi da escola vivo triste e hoje nada me consola; vejo que estou me acabando sem futuro a desfrutar.
Ela diz que não, mas ela foi a principal culpada de eu ter ficado com a cabeça virada

Depois diz que estou   nervoso é claro as vezes fico zangado; ela não me deixa viver é tanta      insegurança, tantos cuidados acha que se não for assim caio na mão de qualquer criatura; o ciúme desmedido ela diz que é amor
Ela não quer meu mal eu sei! mas ela quer me dominar
Ela não tem limites;  para mim ela quer me controlar

Minha mãe me dizia que quando a conheci ela já era assim
Minha mãe se preocupava com o que ia fazer de mim
nada me fazia ver,  minha mãe tinha razão; ela virou minha cabeça e eu até sai da escola de tanto ela me atentar;  e minha mãe sempre dizia
Tenha cuidado com essa criatura; Minha mãe, alguns amigos, todos tentaram me abrir os olhos mas eu realmente estava sego.
Agora é tarde demais para refazer minha vida; ela tinha tanto medo que eu me interessasse por outra, no entanto ela foi embora com meu melhor amigo. Pelo menos eu o considerava assim. Não acabou uma história de amor;  mas de ciúme sofrimento e dor.

sterquini
Enviado por sterquini em 23/08/2007
Código do texto: T620995

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
sterquini
São João de Meriti - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
512 textos (28519 leituras)
20 áudios (2920 audições)
3 e-livros (10 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 01:01)
sterquini

Site do Escritor