Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cotidiano

Passou o café de todo dia e comeu o pão amanhecido. Vestiu-se com a roupa repetida e o sapato gasto. Olhou-se no espelho, não por vaidade, mas por costume, só pra ter certeza de quem era. Saiu contando as notas, com a mente voltada pros gastos do mês: aluguel, padaria, mercado e condução. Entrou no ônibus, sentou calada e sorriu o sorriso da garotada que entrava em cada ponto e que fazia arruaça. Lembrou da sua adolescência e dos sonhos perdidos; olhou pro lado e desviou o pensamento prestando atenção nos carros que emparelhavam junto a condução. Viu um mendigo caído na calçada, e preferiu comparar-se ao pior - pelo menos tenho casa, ou melhor ainda tenho o dinheiro desse mês pro aluguel. Voltou a lembrar dos seus sonhos e a comparar com os atuais, arrumar um emprego , poder concluir aquele curso de computação, ter dinheiro pra uma ceia melhor nesse natal e quem sabe poder comprar o vídeo-game pro Julinho. Isso sim lhe cortava o coração... Não poder dar de tudo, do bom e do melhor pro seu único filho. O pai dele, aquele desgraçado, era assim que ela se referia a ele, havia ido embora fazia seis meses, pra morar com a filha da vizinha... uma menina de apenas 17 anos. O desgraçado praticamente não via o menino e ajudava com uma cesta básica, quando podia, e olhe lá... a gostosinha de 17 anos já estava também esperando um filho seu. Desceu do ônibus e andou alguns quarteirões até o banco onde iria receber a última parcela do seguro-desemprego. Entrou, foi até o caixa sacou o dinheirinho, conferiu nota por nota e guardou na bolsa aliviada. Foi caminhando de volta pensando que iria comprar um quilo de carne pra janta, um litro de refrigerante e aquele doce que seu filho tanto gostava....(silêncio)...tiros e uma única bala. Julinho acordou e esperou pra sempre o refrigerante que nunca bebeu, o doce que não comeu e o video-game que nunca ganhou.
Andrea Rodriguez
Enviado por Andrea Rodriguez em 17/09/2007
Código do texto: T655688

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor (Andrea Rodriguez) e o link para o site (andreafederal@hotmail.com), orkut http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=3035453508464646199). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andrea Rodriguez
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil
24 textos (779 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 12:02)
Andrea Rodriguez