Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ele ainda não morreu



O acontecido se deu mais ou menos há uns 5 anos aproximadamente, meu amigo Aladim, se aproxima como quem quer falar ou pode ser desabafar, percebo sua indecisão e aventuro na pergunta:
-- E aí, cara, pareces meio indeciso, tristonho, ou é impressão minha?
-- Não, meu amigo, o negócio está feio mesmo, não sei até porque não entrei no desespero, mas, já que estás me dando atenção, acho que é bom falar: uns dias atrás cismei de fazer o tal exame de rotina da próstata, sabes que o homem passando dos 45 anos deve fazer este exame, eu com meus cinqüenta e poucos, tava mais que na hora de faze-lo.
-- Cinqüenta e poucos? Parece  que você já tem sessenta, brinquei com ele.
-- Não exagere ainda não cheguei aos sessenta, mas o pior é que o médico me apavorou, não gostou do exame PSA e me impôs fazer outros exames. Esperançoso  de não ser nada grave procurei um outro médico urologista meu amigo, examinando bem a minha situação  me deixou ainda mais apavorado, por ser franco e decidido, foi logo me pedindo vários exames, me alertou haver a possibilidade de uma cirurgia radical da próstata, depois de todos os resultados dos exames nas mãos ele teria a definição do que fazer. Fiz todos exames e levei para ele ao examina-los veio a bomba, começou me preparando, acho que ele sabia que eu agüentaria o tranco, ou uma confiança estupenda de médico, então começou:
-- Devo te dizer que era tudo o que eu suspeitava, como médico e seu amigo, digo que ainda está em tempo de ser curado, tenho certeza disso, mas é lógico, na minha opinião, só com cirurgia radical da próstata, você está com câncer, existe outros procedimentos, mas não tão adequados como a cirurgia, devo te prevenir também, que se optar pela cirurgia, existe a possibilidade de haver impotência e incontinência urinária, mais uma opinião minha de médico, posso ser bastante otimista a possibilidade é remota, sei que acreditas em Deus, nunca é demais nestes casos pedir ajuda a Ele. Dentro daquele consultório, com a presença de minha valiosíssima esposa, que atentamente escutava as explicações médicas, demonstrando o total apoio do que seria melhor para mim, sempre pude contar com ela em tudo, evangélica, convicta dos seus caminhos, instruiu os nossos filhos os deveres de segui-la  na sua igreja, eu nasci na igreja católica, apesar de eu estar seguindo como deve ser um bom católico, mas não consigo mudar de opinião mudando de religião, certas afirmações declaradas no catolicismo eu aceito fielmente, mas nem por isso deixo de admirar a grande maioria das denominações evangélicas, acreditando que eles caminham consciente na direção do nosso Salvador. Decidimos ali no consultório mesmo optar pela cirurgia, mas é lógico saí arrasado, concluiu meu amigo.
-- Eu como amigo do Aladim acompanhei o desenrolar de seu drama, uns dias antes da cirurgia, foi pedido orações para ele em várias igrejas, desde a igreja católica, até várias denominações evangélicas, era grande sua amizade por todos círculos religiosos, a cirurgia foi realizada, com sucesso, sendo declarada pelo próprio médico a cura total.
A minha opinião, tenho certeza e a dele também, porque temos sempre conversado muito sobre sua cura, primeiramente se deve agradecer ao nosso Deus, o procedimento médico também foi importantíssimo, mas nestes casos, se não tiver o apoio da família, (porque a dele foi maravilhosa) dos amigos, pode ser insucesso total, porque o indivíduo, mesmo com qualquer enfermidade, deve ser amparado, porque às vezes o seu lado psicológico está em frangalhos, as pessoas não devem aproximar no sentido de ter pena, pois assim pode atrapalhar ainda mais a situação, mas sim, demonstrando que todo o ser humano, sempre precisa um do outro e é um dever primordial, a ajuda.
(Escrevi este texto sobre o meu amigo, tive que trocar seu nome, ele não deseja ser reconhecido, apesar de concordar comigo de relatar esta sua história neste site, que nos dá oportunidade de mostrar fatos importantes como este  assunto da enfermidade na próstata tão comum em nossos dias, que apesar de ser um drama terrível para muitos homens, sempre pode ser solucionado, quanto mais cedo constatado melhor!...)
 
José Lourenço Florentino
Enviado por José Lourenço Florentino em 21/09/2007
Código do texto: T662777
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Lourenço Florentino
São Lourenço - Minas Gerais - Brasil, 72 anos
355 textos (8172 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 10:41)
José Lourenço Florentino