Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Todo mundo tem problema.

Todo mundo tem um problema
Terno, gravata, camisa, sapatos brilhando, cabelos bem cortados e sua cara tem tanta maquiagem que não sei exatamente se a cara dele é esta que estou vendo.
O assunto é sempre o mesmo: problemas.
Mas as soluções são diversas: água benzida, papel dobrado sete vezes, oração para causas impossíveis, óleos milagrosos, vazinhos com sei lá o que dentro.
Todo mundo tem um problema
Mas quando você pega uma furadeira, coloca ela na tomada, segura um botão que faz uma haste de aço girar e aponta aquilo para seu frágil crânio.
Bem, ai sim você tem um problema.
Cultura inútil é uma bença.
Nada que me vem a mente é favoravelmente fácil de fazer.
Antigamente ler era agradável, agora se tornou um saco.
Se eu dormisse 6 dias diretos e ficasse apenas 1 dia acordado, tudo em minha vida estaria resolvido.
Não sei pra que tanto tempo.
As pessoas passam horas reclamando que não tem tempo, mas eu nunca entendo o porquê delas quererem mais tempo.
O tempo não resolve problemas, apenas cria mais.
Se deus realmente existe, o milagre é dormir.
Deve ser uma invenção dele para as pessoas pararem de encher seu saco.
É um cala boca sutil de Deus para seus filhos.
Todo mundo tem um problema.
Mas quando você amarra 25 bananas de dinamite por todo seu tórax e aciona um botão que destruirá tudo e todos que estiverem a sua frente.
Bem, ai sim você tem um problema.
A bíblia diz que se você quer ir na casa de Deus, é bom estar puto e furioso.
A igreja não foi construída para o sadios da mente. Ela foi feita para os neuróticos problemáticos.
A religião está de cabeça para baixo.
O diabo é Deus e Deus é o diabo.
Deus condena a diversão e a felicidade.
O diabo concede o prazer de viver.
Na casa de Deus tudo é deprimente e mórbido, ninguém irá se sentir melhor num lugar desse.
Tem regra pra tudo. E todas as regras tem como único e exclusivo objetivo não deixar você de bem com a vida.
Mas eu saquei a jogada.
Se os problemas acabassem não restaria nada.
O mundo gira através de problemas, é o que faz as pessoas saírem do lugar.
Todos nossos movimentos são feitos para resolver algum tipo de problema. A religião só organiza e põe ordem na casa.
Olhando por esse ângulo, a religião não parece tão ruim assim.
Se as pessoas podem ter um consultor financeiro ou um personal trainer, por que não podem ter um gerenciador de problemas?
Todo mundo tem um problema.
Mas quando você toma 28 comprimidos de ansiolíticos, corta seus pulsos transversalmente e deixa tudo isso acontecer deitado em uma banheira cheia de água.
Bem, ai sim você tem um problema.
Eu disse a ela que o mundo tinha um grande problema em relação a mim.
Ela inverteu a situação e disse que eu tinha um grande problema em relação ao mundo.
Eu falei para ela que o mundo deveria me pagar pelos transtornos que me causa.
Ela disse que me via com luvas de boxes lutando com uma pessoa com o crachá escrito "mundo".
Eu disse para ela que ela é uma tonta.
Ela sempre resolve meus problemas, mas nunca os delas.
Ela é minha religião.
Eu devia agradecer ela, mas não faço isso porque sei que ela é a pessoa mais desprezível de minha vida. Ela personifica meu eu ao avesso, meu eu exteriorizado e estranho a mim, agradecer ela é agradecer a essa parte suja do meu eu.
Então nem espere um obrigado.
Mas cuide dos meus problemas.
Eu sei que ela tem muitos problemas, mas meu interesse só se limita a sua parte interna.
Se sua vida lá fora é um problema, eu não sou a solução.
Todo mundo tem um problema.
Mas quando você cai no banheiro sem nenhum motivo, estora seu estômago, coluna, baço, perna e braço e descobre que tudo isso é uma metáfora para sua vida.
Bem, ai sim você tem um problema.
O problema dela é saber demais sobre assuntos que ninguém ousa ou não quer saber.
É fácil ver o contraste quando ela me apresenta uma de suas amigas.
Ela flui na ferida de sua vida e dá um sorriso de leve para as banalidades de fora.
Acha o máximo estar vivendo algo novo, mas quando ela anda, seus pés forçam a ferida de seu mundo. Ela sorri na dor para disfarçar seu sofrimento.
Aquela garota que era exclusa do mundo e que levou porradas do mundo é a mesma que me diz que o mundo não tem problemas.
Garota, você tem um problema.
Mas quando se apega ao primeiro resto de conforto que aparece em sua vida e transforma esse resto em mundo.
Bem, ai você tem um problema.
Ela diz que estudar a sociedade fode com minha vida e estudar toda essa tragédia é estudar a mim mesmo.
Por mais que eu diga sempre que tudo é tragédia ninguém me ouve, dai eles me falam soluções que eu já sabia.
- Mas... - aaaa... cansei de explicar.
Minha preguiça sempre deixa os outros com a razão.
Ai, que melancolia essa tristeza dos outros.
O plano era esconder toda essa fraqueza alheia de mim, mas agora não está mais dando certo.
Se a vida é um teatro, os seguranças dos bastidores dormiram e agora tenho passe livre.
Mulheres chorando.
Homens desesperados.
Insegurança.
Inveja.
Ciúmes.
Futilidade.
Medo.
Estupidez.
Problemas.
Problemas.
e mais problemas.
Tudo ali tão perto de mim e eu não pude enxergar: a miséria humana.
E eu pensando que o maluco era eu.
Eu não tenho problemas.
Mas quando você se encontra em um quarto vazio, com um papel e lápis na mão, torna eles seus melhores amigos, escreve sobre a mediocridade de tudo e tem como única companheira a solidão e a amargura de se ver sozinho e sem problemas.
Bem, ai você já começa a criar problemas.
Plínio Platus
Enviado por Plínio Platus em 08/11/2007
Reeditado em 12/11/2007
Código do texto: T728910
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Plínio Platus
São Paulo - São Paulo - Brasil, 102 anos
81 textos (8217 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 13:28)
Plínio Platus