Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nota do Autor:

Os Microcontos foram baseados em frases famosas, espero que apreciem!

 

 

"Na verdade, a arte de escrever é a coisa mais
milagrosa de quantas o homem tem imaginado.”
Thomas Carlyle, historiador inglês

O Escritor

 

Usou de lápis, papel e caneta. Sentou-se em uma escrivaninha. Imaginou o Universo. Em seis dias surgiu a Terra. Continua a escrever a história da humanidade. Quando se cansar, o que será de nós?

 

“O progresso é a realização das utopias.”
Oscar Wilde, escritor inglês

O Progresso

- Meu amigo, hoje, nos campos da periferia, qualquer menino usa chuteiras. Na década de 50 somente os craques, os craques! – tinha sessenta anos e fazia bicicleta ao meu lado na academia.

Fui obrigado a concordar: o Brasil melhorou...

 

“Mantenha-te sempre como a torre forte que não move jamais sua
parte mais elevada, por mais raivosos que sejam os ventos.”
Dante Alighieri, escritor italiano

Trauma

 

O governador não renunciaria. Minha avó abrigou-se, no escuro, sob sua cama, com seis filhos. Os bombardeios sobrevoavam a cidade. A Praça Cívica foi tomada por tanques. Não houve opção: renunciou. As trevas venceram em 64. Minha avó respirou aliviada. Minha mãe, ainda hoje, treme na escuridão...

 

“Ninguém ama o sucessor.”
Maquiavel, escritor e pensador florentino

Democracia

 

Era tradição na República passar a faixa e condecorar o sucessor. O ex-presidente mal dormiu à noite. Na cerimônia, um deslize, o alfinete escorregou e cravou o peito do eleito. Ui! Os microfones captaram. Deixou o cargo em triunfo...

 

“Zagueiro que se preza não ganha o Prêmio Belfort Roxo.”
Abel, ex-zagueiro do Vasco da Gama, hoje técnico de futebol. O prêmio
a que se referia destina-se a jogadores que não cometem faltas

O Bom Zagueiro

 

Na decisão do campeonato, era o último antes do goleiro. O atacante avança em fúria. Crava-lhe as chuteiras na canela. Pênalti. Expulsão. Gol. Derrota. No ano seguinte joga em um time que cai de divisão...

 

“Só posso vos prometer sangue, suor e lágrimas.”
Winston Churchill, então primeiro-ministro, prevenindo o povo inglês
para os sofrimentos da Segunda Guerra Mundial

Promessa

 

A V2 atingiu o prédio ao lado. Ficou órfão. Vagou pela cidade. Fome, sede, dor. Foi acolhido em abrigo. Diante do retrato do primeiro-ministro, fixado em uma parede, concordou:

 

- O senhor sabe cumprir promessas...

 

Jurandir Araguaia
Enviado por Jurandir Araguaia em 30/11/2007
Reeditado em 30/11/2007
Código do texto: T758878
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Jurandir Araguaia é escritor goiano e publica regularmente no sítio:http://www.jurandiraraguaia.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jurandir Araguaia
Goiânia - Goiás - Brasil
920 textos (84298 leituras)
6 áudios (95 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 08:31)
Jurandir Araguaia