Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ele estava ali

Logo que ela chegou à cidade, ele sentiu sua presença. Mesmo que ninguém lhe dissesse. Sim, ela viera sorrindo, linda e inocente. Passava à frente de sua casa deixando flores no ar. Ela tinha compromissos que o impediam. Não sabia as provas que lhe esperavam. Tudo era novo e belo. Pensava que o mundo era seu e nada poderia lhe fazer infeliz. Tudo estava certo. Mas os anos foram passando e uma angúsitia imensa começou a suforcar-lhe o peito. Não sabia bem o que era. Como uma saudade de não saber de quem. Passava por ele, olhava-o e não o enxergava. Não era o momento. Ele aguardava que ela despertasse. Mas seria breve. E aconteceu, de repente ela o viu. Queria agora respirar o mesmo ar, banhar-se do mesmo mar, aquecer-se do mesmo sol. Mas não podiam, estavam em mundos diferentes. Cada um tinha que seguir seu caminho. Tinham feito escolhas e promessas que deveriam cumprir. Então veio a dor. A certeza de que não mais o veria, que navios o deixariam distante, em outras terras. Percebeu todas as vezes em que foi por ele protegida e nunca agradeceu. Chorou. Mas entendeu que a estrada ainda não terminara e haveria um dia em que as trilhas se cruzariam para continuar o que não começou.
Sam
Enviado por Sam em 25/01/2006
Reeditado em 25/01/2006
Código do texto: T103866
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sam
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil
212 textos (20686 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:37)