Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O homem-lua

A tarde chegava ao fim e a noite era uma incógnita para ele. Era assim desde sempre e não sabia o porque. A cada lua uma transformação, a cada transformação uma nova categoria de vida tomava conta de seu ser. Ele sabia que já não pertencia a si mesmo, era uma criatura do destino.

O véu da solidão caiu mais uma vez naquela noite, e ele desapareceu nas sombras de seus próprios medos e dúvidas. Como seria daqui pra frente, ninguém ousaria arriscar dizer.
Nem mesmo ele sabia...mas, aceitava seu destino como qualquer um aceita os seus próprios.

Ele era o deus da noite, as chances perdidas, as mágoas choradas, o caos e a discórdia. Ele era o medo de ter medo, o tudo que alimentata o nada. Ele era um mito.
O mito dos homens-lua!
Alexandre Costa
Enviado por Alexandre Costa em 19/05/2006
Código do texto: T158950
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Costa
Santos - São Paulo - Brasil
64 textos (1858 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:37)
Alexandre Costa