Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Natália

Era uma vez, uma menina cujo nome era Natália, que queria tudo para ela e tudo sua mãe e seu pai lhe davam. Ela se achava “demais”, mas ela podia ser rica só por fora, porque de bondade no coração dela não havia nada. Ela era a mais bonita da escola e a mais rica, mas mesmo sendo isso não tinha uma amiga sequer. Um dia ela estava pensando e uma menina chegou e perguntou:
- Tu se achas legal?
Natália toda pensativa nem sequer respondeu. A menina só queria tentar fazer amizade, então ela nem se chateou com Natália, pois em seguida achou um grupo que era o grupo mais popular da escola, que eram legais e muito mais que isso. Natália tirava 7 nos trabalhos de grupo porque sempre fazia sozinha. Um dia a mãe de Natália falou que estava aborrecida, pois as meninas viviam xingando sua filha todo tempo; e Natália falou logo:
- Vamos nos mudar!
A mãe como sempre obedeceu, arrumou as malas e em um mês partiram. Natália chegando na outra cidade fazia as mesmas coisas, só que agora ela arranjou uma amiga chata, feia, fedorenta e “amostrada”, e  elas nem conversavam entre si. Então Natália leu um livro chamado o “livro da vida”. No outro dia ela estava legal, arrumada e toda faladeira. Então, as meninas se entreolharam e começaram a rir, até a professora riu, todo mundo menos Débora. Aí Natália perguntou:
- A pessoa não pode mudar não, é? Aí elas riram mais alto e até choraram de rir, menos Débora. Pobre de Natália! Queria ter amigas, e pensou: será que devo fingir que não estou ouvindo? E foi isso que ela fez. Depois da aula a garota mais popular da escola chamada Débora veio falar com Natália, e disse:
- Eu confio em você, as pessoas mudam, eu era como você no passado sabia?
Ela chorando, perguntou:
- Fala sério?
_ É sério! Quer ser minha amiga?
_ Amiga, o que é isso?
_ Amiga é gostar daquela pessoa como se fosse seu irmão ou irmã.
- Legal! Eu quero ser sua amiga.
- Ta certo, tchau, tenho que ir, a minha mãe está me esperando. Tchau, vai lá pra casa amanhã, certo?
- Tchau, eu vou.
No dia seguinte ela foi para a casa da amiga. Quando Natália cresceu encontrou um namorado e depois de 3 anos se casou. Ela tinha 21 anos quando casou e é muito feliz hoje. Tem 2 filhas gêmeas de 5 anos e um filho de 10 anos. Agora tem 35 anos e todo mundo gosta dela e é a melhor amiga de Débora até hoje.

       
Moral da história:

As pessoas podem ser bonitas mas o importante é o interior delas.

Raquelzinha
Enviado por Raquelzinha em 10/06/2006
Código do texto: T173131
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Raquelzinha
Recife - Pernambuco - Brasil, 21 anos
2 textos (134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:46)
Raquelzinha