CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Cinderela moderna

Cinderela vivia com sua mãe num apartamento confortável perto da estação Santana do metrô.Suas únicas preocupações eram: ir ao colégio e pesquisar o que iria fazer no próximo final de semana.Toda noite quando a mãe chegava do trabalho perguntava o que ela tinha feito, e lá vinha ela com uma porção de reclamações.Era o barulho das crianças do prédio, era a falta de mesada para ir ao shoping, era reclamações e mais reclamações, a mãe já não suportava mais.Tudo piorou num final de semana que a mãe foi viajar .A jovem Cinderela se achando dona do pedaço, convidou a turma para uma festinha no apê.Adivinha! Foi muito mais gente do que o previsto e a Cindy(assim as colegas a chamavam) perdeu o controle da situação, o apartamento foi praticamente destruído!Sofás manchados, armários quebrados, piso arranhado, cortinas e tapetes rasgados e manchados, um verdadeiro caos.Quando a mãe dela chegou de viagem ficou possessa e mandou que ela fosse morar com o pai.Ela exultou! Era isso mesmo que ela queria , lá ela teria a liberdade sonhada.
O pai meio a contragosto levou-a para a casa. Arrumou um quarto para ela nos fundos da casa, visto que os dormitórios já tinham donas que não queriam abrir mão deles, eram as filhas de sua madrasta, Isabel e Isadora.
A partir desse dia, Cinderela perdeu as regalias que tinha com sua mãe, passou a lavar e a passar a própria roupa e a cozinhar para si.As enteadas do seu pai não gostavam dela e não queriam a sua amizade, assim ela passou a conversar com o gato e o cachorro da casa.Isabel e Isadora saiam todo dia para o shoping e compravam roupas finas e caras, enquanto Cinderela tinha que se arranjar com a mesada que seu pai lhe dava.
O pai não lhe fazia companhia, nunca estava presente, sempre trabalhando além do horário para sustentá-las .
Um dia o pai chegou com uma boa noticia:o filho do dono da empresa estava formando-se em engenharia e iria dar uma festa para comemorar a formatura e também o seu aniversário.
As irmãs ficaram empolgadissímas, era a oportunidade que esperavam para dar o golpe do baú e continuarem com suas vidas ociosas e sem perspectivas.Correram logo para as compras , procurando por belas roupas e sapatos.
Cindy começou a pesquisar preços, com sua mesada não ia poder comprar roupas de grife assim como as irmãs comprariam.
Reclamava ao gato:
-Não sei o que fazer, tenho que ir a essa festa e não tenho uma boa roupa, será que alguém pode ajudar-me?
O gato miava e lambia-se, não tinha noção do que a menina falava.
Uma senhora que passava pela rua, ouviu os lamentos de Cinderela e chamou-a.
_Tenho exatamente o que precisas, venha a minha casa.
Chegando lá a mulher lhe mostrou várias roupas lindas, pois era modista de uma famosa confecção.
_Posso emprestar-te uma destas roupas mas terás que devolvê-la antes da meia noite
Cinderela dava pulinhos de alegria, pegou a mais bela roupa e foi para casa esperar a hora da festa.
Isabela e Isadora estavam todas emperiquitadas ao lado da madrasta, quando Cinderela chegou na festa num táxi que a trouxe e logo foi embora.
Todos olharam para aquela bonita moça que chegava,até o aniversariante ficou encantado com ela.
Todos dançaram e se divertiram muito, porém ,perto da meia noite o rapaz chamou a todos para anunciar que tinha achado a mulher de sua vida.
Era uma amiga que conheceu na faculdade e que também estava se formando, que era uma moça meiga, delicada e trabalhadora e que iriam casar-se em breve.
Ao ouvir isso, Cinderela percebeu que não iria tirar vantagem e que já estava chegando a meia noite ,correu para devolver a roupa a senhora .Quis passar ligeiro pela porta ,enganchou a roupa na maçaneta e rasgou-a, foi descer as escadas, torceu o pé e perdeu o sapato.
Conclusão, teve que trabalhar para a senhora da confecção até descontar o preço do sapato e das roupas , suas irmãs preguiçosas também tiveram que ralar , pois sem o golpe do baú ficava difícil pagar as prestações das roupas de grife e a madrasta foi ser manicure num salão de beleza,já que o marido de tanto trabalhar para sustentar as preguiçosas , ficou doente e perdeu o emprego.

Moral da história: Arregaça as mangas, estuda ,trabalha e corre atrás do prejuizo, que até os contos de fada já não são mais os mesmos!
Wanda Wenceslau
Enviado por Wanda Wenceslau em 21/08/2009
Reeditado em 22/08/2009
Código do texto: T1766272

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Wanda Wenceslau
São Paulo - São Paulo - Brasil, 65 anos
24 textos (4442 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/07/14 22:04)