Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

História de Ana Cap I- Loucuras de Ana


Ela viaja....rosas vermelhas aveludadas...Argentina
Onde dançou Tango..

                                     Cap.I
Com um homem desconhecido, cujos pensamentos rodearam sua cama durante um longo tempo.
Estava só, andava sem destino algum...não queria pensar....não queria nada...
Apenas viajar, então resolveu partir de navio.....
Chegou ao porto..era uma terça-feira fria...mas havia um raio de sol  lhe dando forças para continuar a viagem....
Então embarcou, logo que chegou constatou que haviam dois homens elegantes conversando, entretidos, apaixonados e eufóricos....Ana ficou ali sentada com sua echarpe enrolada ao pescoço e seus óculos escuros(aliás quase nunca tirava os óculos)., sua pele clara e seu batom vermelho carmim....lá estava ela vestida de preto sentada observando discretamente aqueles homens e seus confusos pensamentos misturavam-se serão casados?.... oque desperta tal interesse e excitação nesse diálogo?...
Então após uma hora de viagem os homens foram ao bar., estavam mais tranquilos., pareciam ter esgotado as possibilidades de negócios.....relaxaram.....
Ana, seguiu até o bar sentando-se um pouco distante, porém observando-os constantemente
Um deles a interessou, ele era jovem bonito, atraente ....não era alto nem tão baixo.....tinha as maçãs do rosto avermelhadas...e Ana encantada com aquele olhar....cansado...profundo..agudo...
... até que  ele a olhou  reconheceu aquele rosto... (de onde?)..não se aproximou...ficou distante olhando...
Agora eram os dois a se observar.....imaginando coisas....
Ana na sua imaginação já estava em seu quarto em sua cama olhando para ele com profundidade, tirou o vestido preto deixando a mostra  seu espartilho vermelho queimado....ressaltava a pele branca e clara..., quando então ele não resistiu e se entregou à cama de Ana, ao beijá-la naquele desespero deixou cair seus óculos.....Ana escondeu-se rapidamente não queria mostrar seus olhos......mas não conseguiu mais resistir e se entregou a este homem...foram tantos múrmurios...tantos delírios e a noite passou...acabaram dormindo naquele quarto no aconchego de seus corpos sem história..nenhum deles  sabia da vida do outro...nenhum deles sabia ao certo oque fazia ali...nenhum detalhe apenas... instinto...paixão.....não tinham nome nem sobrenome....Ana não lhe contara nada e a única lembrança que tinha era o gemer de suas vozes....
Ao acordar Ana pegou seus óculos e rapidamente se vestiu..,olhou o corpo daquele homem nu ali exposto diante dos seus olhos.......ficou encantada  como podia esperar tal surpresa assim...ela foi desejada ...amada....dentro de um navio......
Ao acordar o homem fez um pedido tire os óculos para eu saber a cor dos seus olhos....Ana pasma,  podia pedir tudo menos para tirar seus óculos......não......ele insistiu......ela chorou......resolveu contar ao estranho...(não tanto assim) o seu segredo....
Não consigo tirar os óculos,  não posso permitir que alguém enxergue através de minha alma.......meus segredos......minhas histórias...meu passado.....
Fique comigo na lembrança de uma noite neste navio....não nos veremos mais. Então com um beijo apaixonado ela saiu......saltando no porto........
 
Ele sentou-se ao seu lado.....Ana tremeu já tinha viajado em seus pensamentos tinha chegado ao extase e agora... ele parado ali na sua frente......Com dificuldade.. um pouco confusa,  culpada.. ela conversou com aquele homem durante um longo tempo, falaram sobre tudo menos sobre a vida de cada um...
Riram muito.....nem perceberam quando anoiteceu.....entraram....se despediram com um simples beijo facial....

O Navio era belíssimo....(Ana gastou todas suas economias neste cruzeiro)...aliás comprou roupas belíssimas...aquelas que só tinha visto em filmes....estava excitadissima e nervosa com aquela situação....mal podia esperar as festas noturnas..... o salão arrumado....as músicas que poderia dançar..o Tango.......


Cap II- A Festa......
 
         
Silvia Boaventura
Enviado por Silvia Boaventura em 24/08/2007
Código do texto: T621814

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Silvia Boaventura
Santa Barbara D'Oeste - São Paulo - Brasil, 42 anos
7 textos (244 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 07:16)
Silvia Boaventura