Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Infeliz

Se tem alguém infeliz nesta história, não é
Ele! Ele é feliz nesta loucura que escolheu
pra viver. Um louco consciente. Talvez devesse
estar do outro lado, junto com aqueles que
supostamente ele cura com a sua "psiquiatria...
Mas, se tivesse do outro lado, não teria como
ganhar sua "renda extra" na vida de suposto
"prostituto" que ele não assume, nem desmente...
Infeliz?
Não!
Infeliz sou eu que vivi anos queimando de paixão
sem poder toca-lo;
Infeliz és tu, pelas lágrimas que derramastes e
nem por isso negastes a ele, as tuas horas, tuas
emoções
Infeliz é Fulana que corre a agrada-lo, elogiando-o
um sem numero se vezes , sempre a pedido e não por
vontade própria
Infeliz é a Outra lá  que brinca de ser feliz,
imaginando que é única, e que  ele vai chegar
num cavalo branco.
Infelizes são todas aquelas que o amaram; o
choraram e ele nunca beijou suas lágrimas.
Sabe porque?
Ele não existe.
É um personagem.
Pode interpretar todas as loucuras que a sua lucidez
permite.
O homem só existe fora do universo virtual. Quando se
conecta, ele é apenas  Um Contador de histórias.
Acredita quem quer.
Eu acreditei...e paguei o preço,
pq o show não é de graça...

Contos soltos ( I )
http://recantodaalma.blogspot.com
Menina do Rio
Enviado por Menina do Rio em 19/09/2007
Código do texto: T659739

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Menina do Rio
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 62 anos
18 textos (524 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 07:53)
Menina do Rio