Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COISAS SUAS

COISAS SUAS
Tudo se faz tão vago,
quando eu trago pra mim
coisas suas, vazias e frias.
Tristes agonias de uma solidão,
multiplicadas, somadas e divididas
nessa contabilidade da vida,
definidas em desilusão.
Venha que eu sou,
nessa parte onde tudo existe
mas nada restou, alguém que te ama.
Sou hoje você, nesse querer.
Se no toque do amor você
me desejar.
Serei assim nesse viver
tudo que você sonhar . . .

Homenino Poeta
homenino poeta
Enviado por homenino poeta em 21/10/2007
Código do texto: T703174

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (homenino poeta http://www.homeninopoeta.prosaeverso.net/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
homenino poeta
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
2153 textos (102533 leituras)
69 áudios (15242 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 21:01)
homenino poeta