Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA CARTA AO FUTURO

           
         Imagine-se em uma pequena cidade, onde a passagem de um cometa irá marcar um dos grandes momentos vividos por seus habitantes. O cometa passa de 70 em 70 anos, então, alguém teve uma idéia.....


            Estou escrevendo para o futuro!
            Passeando pela cidade, soube que amanhã á noite, um cometa irá decorar por alguns segundos o belo céu de nossa pequena cidade. Um evento que acontece de tempos em tempos. Não importa a data de hoje, nem o número do dia de amanhã, mas sim a interessante idéia de um homem, que confesso não lembrar o nome, mas que convenceu o prefeito a convidar a população a escrever algumas palavras para que no dia da passagem da estrela errante, os lacrassem em um compartimento na pequena sede da prefeitura, onde só seria aberto na próxima passagem do cometa e as cartas lidas pelos então atuais habitantes. Mas que mensagem escrever a alguém que possivelmente ainda nem se quer nasceu? Será como escrever para um anjo!
Tentarei!
Meu caro leitor! Estou certo de que quando teus olhos estiverem dançando pelas palavras que agora minha mão e meu coração ensaiam, provavelmente já terei partido desta boa vida. Quando os sons destes meus pensamentos estiverem tocando tua alma, estaremos unindo o seu passado ao meu futuro!
A Lua já domina o céu á esta hora, e através da janela, lança seu abraço prateado que desliza em meus cabelos como uma mãe carinhosa afagando e ninando o filho querido! Imagino que tipo de mundo você deve estar conhecendo, mas não imagino as pessoas diferentes de como as conheço nos dias de agora. Sabe, andei estudando a história do mundo, e percebi algo: as paisagens mudam. A sociedade muda, a tecnologia avança e as cidades crescem, mas eu lhe garanto, o homem permanece o mesmo.
Ainda serão as mesmas coisas na sua época, que formava um homem na minha época! Falo de desejos, sonhos, fraquezas, e principalmente o medo! O homem pode descobrir um meio mais rápido de se comunicar, um meio mais seguro de viver em sociedade, um meio mais eficaz de se locomover, mas ainda terá medo de conhecer a si mesmo. A história nos conta isso, olhando para traz, vejo que desde o inicio dos tempos até hoje vivemos exatamente igual, e assim será ainda por muitos anos. Sei que você pode pensar: “mas já se passou muito tempo”, eu lhe digo que estará errado meu caro, não se passou tanto tempo assim, eu e você estamos separados apenas por um breve momento.
Vou lhe dizer um pouquinho do que eu acho. As pessoas têm medo de tentar serem melhores do que são, medo esse, que as torna sempre as mesmas, geração atrás de geração. Acredito que agem assim porque não entendem a verdadeira essência do ser humano, eu ainda não entendo! Certa vez me disseram que o homem nada mais é do que um pequeno deus, e podemos ter um vislumbre dessa idéia quando ouvimos falar daqueles que de certa forma compreenderam esta essência do viver, que são os deuses de musica, deuses de esculturas, deuses que arrancaram sonhos da ponta de pincéis, deuses das palavras... Homens que viveram não por viver, mas sim para criar. E lógico, apenas os deuses criam! Não ficarei surpreso se o nome destes que citei, chegue até os teus dias como ainda sendo fonte de inspiração para os sonhadores.
Sei que enquanto o papel saracoteia em suas mãos você se pergunte o que eu quero dizer. Talvez nossa linguagem esteja diferente, e algumas palavras minhas só terão sentido para você após uma breve consulta em um dicionário, mas permita-me reforçar a idéia que gostaria que chegasse ao futuro: Seja um construtor, planeje sonhos e construa uma vida, e ai sim, o mundo vai mudar! Olhe o mundo a sua volta e pergunte-se o que foi construído! O que você poderá construir! Espero que quando você ler estas linhas, diga “este foi aquele que fez aquilo”. Mas se caso isso não aconteça, e você nem se quer fizer idéia de quem sou não se deixe desanimar por meu fracasso e busque você o sucesso que não consegui. Conquiste o mundo, mas não o aprisione, plante uma arvore, e cuide dela, veja-a crescer, mas sem interferir em sua natureza, se fizer isso, você será o que foi sonhado para ser, um deus. Se você não conseguir, então teremos vivido na mesma época com a diferença de que pra mim o tempo já envelheceu, enquanto para você, está parado.
O futuro e o passado será sempre o tempo em movimento que não podemos controlar. E no final, a única coisa que nos restará, será a resposta para esta pergunta: O que fiz com o tempo que tive?
Lucas Damasio
Enviado por Lucas Damasio em 30/10/2007
Código do texto: T716881
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucas Damasio
Americana - São Paulo - Brasil
11 textos (1320 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 07:48)
Lucas Damasio