Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ambrosia

Ambrosia era muito doce. Tão doce que a gente não aguentava chegar perto dela que dava vontade de cheirar, de pegar, de lamber...
Na verdade, é  uma estória curiosa. Quando era criança, fui apresentada a Ambrosia,  ela fazia parte da vida da minha mãe, e desde que me conheço como gente, ela já existia.
Eu contava os dias e as horas para que ela aparecesse na minha casa, e sentir seu cheirinho gostoso e poder está perto dela até enjoar.
Todos que nos conhecia, ou visitava, tinha que conhecê-la também. E isso, minha mãe fazia questão.
Os anos se passavam, e ela continuava conosco, é óbvio que sempre aparecia algo ou alguém para nos tirar a  atenção dela, mas a verdade é que não esquecíamos  de jeito nenhum. Principalmente quando era a minha mãe que dizia que ela estava ali.
Fiquei adolescente, comecei a namorar, noivei, e meu marido também não conseguia esquecer de Ambrosia, aliás todos de nossa casa e aqueles que faziam parte de nosso círculo de amizade também.
Minha mãe começou a viajar e levou a Ambrosia com ela, poxa!!! foi muito duro, principalmente porque comecei a passar por algumas situações que só Ambrosia daria jeito. Fiquei grávida, e ás vezes chorava de saudades dela, liguei para inha mãe e pedi para que ela mandasse Ambrosia imediatamente, mas era difícil, até porque em outro país dependia de tanta burocracia. Então comecei a fazer chantagem emocional, dizendo para minha mãe que a minha filha, (Eu já sabia que era menina) iria nascer com a cara da Ambrosia. Por mais que a amasse, não queria de jeito nennhum que a minha filha tivesse a cara dela, já pensou?
Daí a minha mãe resolveu voltar e trouxe de volta a Ambrosia. Fiquei muito feliz, pulei de alegria e me deliciei e abusei da sua presença. Como é bom ter alguém que gosta perto de você, principlamente quando você está precisando de verdade.
Minha filha nasceu, linda!!! Mas por boa vontade e amor da minha mãe, ela não nasceu com a cara da Ambrosia. E com isso pude seguir a rota familiar e não deixei de jeito nenhum a Ambrosia morrer, e apresentei também para minha filha qu como eu, minha mãe, minha avó, meus amigos... amou conhecê-la também e aproveitar dela o máximo!
Vou apresentar a Ambrosia para vocês também, para que não fiquem curiosos. Apareçam na minha casa, nos fins de semana e experimentem como é bom se ter alguém maravilhoso, gostoso do nosso lado como é a AMBROSIA.

Querem saber quem é ela?




Não sabem?





Nem imaginam?



Você descobriu?





Pois é...













Ambrosia é o doce de leite mais gostoso que só a minha mãe sabe fazer.
 
 
Nana Cardoso
Enviado por Nana Cardoso em 28/11/2007
Reeditado em 27/12/2007
Código do texto: T756856

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nana Cardoso
Salvador - Bahia - Brasil, 47 anos
114 textos (3546 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 20:50)
Nana Cardoso