Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Regresso

Estacou,estancou. Tinha medo do que pudesse ver. Sentou-se encostado à uma àrvore, sem saber se deveria ou não prosseguir, de onde estava só se viam os clarões e ouviam os gritos.

Milhares de coisas passaram por sua cabeça, a grande maioria trágicasmas, obrigou-se a não tirar conclusões sem saber o qeu realmente estava acontecendo. Levantou-se, obrigou-se a prosseguir, mas o peso que sentia era imenso e o pior era que não sabia ao certo porquê.

Talvez não estivesse com medo dos gritos e sim com  medo de não ser aceito em seu meio novamente, já que fazia muitos anos que havia se mudado; talvez com medo de tudo estar diferente, de seus amigos terem ido embora como ele fora um dia, mas agora voltava para ficar, havia conhecido o mundo lá fora e regressaria de vez, se o aceitassem.

Por fim, munindo-se de coragem, começou a avançar lentamentevê e sorri sentindo-se um tolo por tudo o que pensou, o que havia fantasiado, só então lembrou-se que estavam em junhoe em sua querida cidade sempre se fazia uma grande festa com muitos fogos de artifício, uma gigantesca fogueira; gritos simplesmente pela excitação da festa.

Seus medos se dissiparam, lembrou-se de um ditado de sua cidade " pessoas veme vão mas os qeu aqui nasceram sempre voltam, não importa quanto tempo passe, sempre voltam", e era mesmo verdade, naquele momento ele estava constatando isso, mas não estava triste, ao contrário, estava feliz.
Giliane Moura
Enviado por Giliane Moura em 29/07/2006
Código do texto: T205000
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autora : Giliane Moura). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Giliane Moura
Santo André - São Paulo - Brasil, 33 anos
18 textos (619 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:18)
Giliane Moura