Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As visões de Rafael

Rafael morava sozinho e estava com dificuldades para dormir ultimamente. Certo dia acordou assustado achando que ouvira barulhos metálicos vindos de sua cozinha, mas devido ao sonho estranho que acabara de ter, pensou ainda estar impressionado com tal fato.

Na noite seguinte, teve o mesmo sonho no qual se via em uma época antiga com castelos, cavaleiros, damas, intrigas e tesouros. Pela manhã novamente os barulhos... Rafael intrigado foi rapidamente para a cozinha e assim que lá entrou os barulhos pararam.

Assim transcorreram todas as noites e manhãs da semana. O rapaz já se encontrava com medo, pensava estar estressado ou até mesmo louco. Certo dia, ao ouvir novamente os barulhos, se dirigiu tão rápido para ao local de onde imaginava vir os ruídos que conseguiu ver o causador de tal perturbação...

Atônito, Rafael só não saiu correndo porque suas pernas se negavam a lhe obedecer. Não acreditou no que seus olhos lhes mostravam: um elegante cavaleiro medieval com sua tradicional malha e espada incrustada de pedras preciosas, mas em pleno século XXI e no meio da sua cozinha?!

O cavaleiro misterioso tinha uma aparência etérea, parecia vigiar ou procurar por algo... Rafael tentou aborda-lo, mas o visitante desapareceu num piscar de olhos. Depois deste dia, nunca mais o assustado rapaz ouviu os barulhos estranhos ou viu o cavaleiro, mas também não sossegou.

Intrigado e bom pesquisador como sempre foi, Rafael procurou saber mais sobre o passado de sua própria família, sobre história antiga e as ligações dela com sua cidade e com o local onde morava. Tinha que haver alguma pista... Eureca! O jovem descobriu que no local onde foi construído o prédio em que morava, havia um castelo que tinha sido invadido, saqueado e destruído por estrangeiros na Idade Média.

Mas o que será que realmente se passou com Rafael? Seria loucura? Seria ainda resquício de seus sonhos ou seria uma visão? Nunca se saberá... ou não!

                                                                                                               09/2005
Andrea Braga
Enviado por Andrea Braga em 30/07/2006
Código do texto: T205051
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andrea Braga
Goiânia - Goiás - Brasil, 33 anos
7 textos (1324 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:45)
Andrea Braga