Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um homem chamadoJames




Acordei mais cedo hoje, vesti minha mini saia preta de preguinhas, uma blusa branca, o tênis, maquiei-me, pequei minha mochila e saí para o colégio. Passei em frente à casa dele, precisava vê-lo; ele estava na janela como todas as manhãs, como é belo...abaixei fingindo amarrar o sapato, levantei devagar, joguei o cabelo contra o vento e continuei andando. Mas antes de ir para o colégio, vou á lanchonete de D. Ilza, tomarei café da manha e ficarei aguardando-o lá.

7:15 hs da manha; já posso sentir sua presença, seu perfume inunda todo o lugar, as pessoas começam a olhá-lo. Posso vê-lo caminhar calmamente ate uma mesa ao lado da janela que da para a rua; faz imediatamente o pedido: café com leite, torradas com geléia, um pouco de cereal e muita salada de  frutas; enquanto isso lê o jornal.

Como é admirável, charmoso, bonito, alto, corpo esbelto e jovial, sobrancelhas definidas combinando belamente com seus olhos negros sedutor e cheios de mistério, cabelos negros lisos a altura dos ombros, aparentemente como no máximo 23 anos, apesar de ter poucos mais que isso (40 anos precisamente). Ah, James quando irá me notar, quando irá perceber que te desejo só pra mim?.

7:45 hs; saio pouco antes que ele, passo em frente sua mesa andando lentamente, como uma doce tigre indefesa. Chegarei atrasada ao colégio de novo, mas o que isso importa sei que não prestarei atenção nas aulas mesmo, meu pensamento estará ocupado demais, só há espaço para James, James, meu James!. (A raiz de 1000, vezes, o dobro de Y, subtraindo o pela metade de X que é dividido pela raiz de 1000, elevado ao bláblábláblá), no que isso me ajudará a conquistar James?.

Colegas e professores olham-me estranho e perguntam se estou com algum problema , só porque estou me comportando bem, nada de piadinhas durante as aulas, imagine se descobrem que estou apaixonada por um homem que tem idade de ser meu pai, mas, e daí? não podem condenar me por isso.

Já faz um tempo que observo o James, faz pouco mais de cinco meses, que ele veio para esta cidade no meio do nada, sozinho, sem amigos, sem historias, misterioso. São vários os comentários sobre James, mas ninguém sabe o mistério que o cerca, nem eu; mas posso afirmar com convicção que estou louca para descobrir.

Tocou a campainha, é hora do intervalo, como as manhãs passam rápidas quando James esta em meu pensamento, falta pouco para ir para casa traçar meus planos, mas no momento vou aproveitar os 20 minutos do intervalo: vou pro pátio do colégio!. Kayke, 16 anos, apenas um ano a mais que eu, como ele é infantil, não sei como pude me interessar por ele, o Kayke é tão diferente do James; Espero que não venha falar comigo, ou terei que deixá-lo falando sozinho!.

Tracei meus planos; hoje terei coragem para dizer lhe tudo que sinto........

E lá esta ele, naquele parque como todas as tardes, olhando o pôr-do-sol. James esta estranhamente parado em meio ao jardim olhando o entardecer, e, como se soubesse que estou ali tão perto;olhou me, sorriu e voltou a olhar o entardecer; o vento sopra docemente sobre seu cabelos fazendo com eles voem cobrindo lhe o rosto, James ali em pé parece uma visão divina. E eu aqui a poucos metros, louca para correr em sua direção beijá-lo, abraça-lo e pedir que fique comigo pra sempre.

Estou preparada só preciso respirar fundo! (...........).
Milla Mendes
Enviado por Milla Mendes em 07/10/2006
Código do texto: T258870
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Milla Mendes
Lauro de Freitas - Bahia - Brasil, 28 anos
6 textos (429 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:33)
Milla Mendes