Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Morte Apaixonada


O vento que entra pela janela, balançando a cortina e fazendo derrubar a taça que ainda com um pouco de vinho e veneno. Única maneira para Henrique se livrar daquela dor da paixão.
Seu corpo inerte no chão da sala. Em uma das mãos a fotografia dela, na outra uma carta.
Talvez suas últimas palavras transformadas em rabiscos.
Da pessoa amada não se sabe, nem se tem notícias, apenas seu rosto numa foto opaca formado em névoa.
 Uma paixão que nascera forte e imponente, mas enfraquecida pela natureza. Uma paixão proibida. Ainda sem registros.
Sobre a mesa da cozinha esta um vestido de noiva retalhado  pela faca fincada na mesa.
Uma paixão, duas vidas, um final trágico.
O telefona toca mas ninguém atende. É tarde. Está morto.
Morreu sozinho aquele que fez planos para uma vida a dois.


08/08/2003
Justino
Enviado por Justino em 25/11/2007
Código do texto: T752165

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Justino
Pinhais - Paraná - Brasil, 47 anos
27 textos (7139 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 17:54)
Justino