Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA MESTIÇA no Vaticano

Sinopse -     Uma mestiça no Vaticano

“Em nome do Pai, do filho, do espírito Santo. Deixe este corpo, pois a Deus ele pertence. Sou Jacob Petrovna e ordeno que saia!”
Assim começou o exorcismo de Shayla, filha de uma bruxa com um lobisomem já falecido, em 1666 num povoado em Sérvia.
Naquela época, ainda o cristianismo dominava e tentava acabar com a religião dos pagãos. Houve muitas inquisições e guerras, entre bruxos e cristãos. Mas o caso de Shayla foi extremamente inusitado, porque nunca houvera um caso de um servo das trevas (bruxo) ser assombrado por seres das mesmas trevas (demônios)
Havia uma força maligna dentro dela, algo indecifrável.
Podia-se ver insanidade e obscuridade  através de seus olhos.
“Que saia os anjos que habitam em mim. Expulsem os demônios que tentam me possuir.”
Foram as ultimas palavras que ela disse ao padre quando entrou em transe satânico profundo.
Ela transpirava ira, luxúria e gula.
Lágrimas de sangue era jorrado através de seus olhos.
Naquele dia, padre Petrovna percebeu o quão injusto foi a igreja por condenar os pagãos, sendo que eles não tinham feições maquiavélicas.
Já chegando a meia noite, Shayla foi despertando e caninos foram aparecendo em seus dentes e seus olhos que eram azuis, foram se transformando em gelo e ela começou a voar. Assim ela matou o padre e sua mãe e fugiu.
A única prova de seu exorcismo está preservado no templo mais sagrado da humanidade. E essa prova é a própria mestiça, Shayla.
Se ela se mantém viva, não se sabe ao certo, mas nos dias atuais, tem ocorrido muitos seqüestros e pessoas desaparecidas, levando a aguçar nossos pensamentos e nos questionarmos se essas pessoas não são levadas como alimento da própria. E por quê a igreja não exterminou a vampira? Será que sua vida, seu sangue, tem servido para algo que também não sabemos? Esse é mais um mistério por detrás da religião. Ajude a clã das du Condreys a desvendar este mistério. A caça apenas começou. Mas
agora será de igual para igual.

Por Gabriella Corrêa Lima e Thiago Marlon
Gabriella Gilmore
Enviado por Gabriella Gilmore em 30/11/2007
Código do texto: T759725

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gabriella Gilmore
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 32 anos
362 textos (46747 leituras)
14 áudios (1130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 13:47)
Gabriella Gilmore