Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Pedra Maldita

Certo dia na cidade de Natal-RS, uma criança foi brincar em uma praça, lá ela encontrou uma linda pedra. A criança pegou ela e levou para casa. Passaram-se alguns meses e começaram a acontecer, na casa onde a criança morava, coisas muito estranhas. Os pais da menina começaram a brigar até que chegou um momento em que eles se separaram e abandonaram a menina num orfanato.
Depois de algum tempo ela foi adotada por um casal. Este casal, já haviam adotado uma menina anteriormente, mas por terem se desentendido se separaram, o casal teve que abandonar a menina. Após algum tempo acabaram se reconciliando e voltando. Agora que estavam juntos, novamente, resolveram reconstruir a vida e foram a procura da criança que haviam deixado no orfanato. Mas a filha já tinha sido adotada por outra família, por isso eles decidiram adotar a menina e assim, levaram-na para casa.
Quando chegou, na sua nova casa, a menina viu uma pedra igual a que ela tinha encontrado na praça. A menina ficou com muito medo, pois ela pressentia que aquela pedra deveria ter alguma coisa a ver com a separação dos seus pais e do casal, por isso ela pegou a pedra para jogá-la fora. Na hora em que ela pegou a pedra algo mudou nela. Seus olhos começaram a ficar vermelhos e se encherem de ódio dos pais adotivos porque ela viu, em seu pensamento, eles brigando, viu a filha deles chorando ao ser abandonada no orfanato, viu também outras crianças sofrendo por terem sido abandonadas pelos pais. Por isso, a menina começou a sentir um desejo terrível de se vingar te todas os pais que abandonaram os filhos. Ela prometeu para si mesma que todos os pais iriam pagar com a vida por causa desse ato.
Assim, ela começou a vingança com os próprios pais adotivos, e foi logo, na primeira noite, quando eles foram dormir. Ela só deu um tempo, até que eles pegassem no sono para ela poder entrar no quarto. Logo que percebeu que eles tinham dormido ela pegou uma faca e foi para o quarto. Assim que entrou fez um barulho na porta e o pai acordou. Logo que viu ela, ele perguntou o que ela estava fazendo ali com aquela faca, sem uma palavra a menina correu em direção ao pai adotivo e começou a da várias facadas nele. Como estava desprevenido, o pai não teve como se defende ele apenas gritou por socorro. Com todo esse barulho a mãe acabou acordando. Mas isso já é uma outra história.
espantalho
Enviado por espantalho em 13/06/2006
Código do texto: T174528
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
espantalho
Marabá - Pará - Brasil, 22 anos
3 textos (436 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:32)