Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fantasmas ou Culpa ?

Danilo, seu pai e sua mãe viviam na casa de seu Avo paterno, na qual ele tinha um laço afetivo muito forte, Danilo era um garoto de 12 anos normal, adorava brincar e tinha muitos amigos, mas num trágico dia ao cominho do shopping seu avo começa a  passa mal e cai no chão, como só havias os dois naquele lugar Danilo ficou  muito assustado  e não escuta os pedidos de seu avo de não o deixa-lo sozinho e vai em busca de ajuda, mais quando ele volta com uma ambulância já era tarde demais e seu avo já havia falecido, vendo aquela cena horrível Danilo começa a se sentir culpado pela morte do seu avo
    Depois de 1 mês do ocorrido Danilo e sua família se mudam para uma casa nova para evitar as tristes lembranças e os grandes traumas psicológicos. Estava tudo indo certo ate que durante a noite Danilo sente vontade de ir no banheiro, e no corredor ele sente uma sensação estranha e escuta um barulho de uma gota caindo no piso então  ele olha para o chão e vê  uma misterioso liquido de cor vermelha, intrigado de onde veio esse estranho liquido ele olha para teto e de repente quase cai sentado ao ver um garoto do mesmo tamanho que ele enforcado só que ele não consegui ver o seu rosto, então com muito medo ele fecha os olhos rezando para que tudo aquilo não passasse de um sonho e surpreendentemente ao abrir os olhos aquela cena horripilante tinha sumido então quando ele se preparava para levantar ele escuta uma voz sussurrando em seu ouvido, era uma voz triste e ao mesmo tempo fria como uma lamina de gelo que o cortava pelo meio e a voz disse a ele:
- Por que você deixou ele morrer ?
no mesmo momento Danilo correu para o quarto de seus pais e se lançou no meio das cobertas esperando o dia amanhecer.
    Quando o dia amanheceu Danilo contou tudo aos seus pais que não acreditaram e falaram para ele que isso era fruto da imaginação dele pois estava um pouco traumatizado com o acidente e que não poderia haver fantasmas na casa já que não havia morado ninguém lá , então na noite seguinte Danilo foi para o mesmo corredor pois estava intrigado em saber quem era esse garoto fantasma que vivia na casa dele, e tudo aconteceu como na noite passada só que dessa vez ele conseguiu ver  alguns traços do garoto e a voz que sussurrava em seu ouvido parecia mais triste e estava gritando, então novamente ele contou para  seus pais e eles não acreditaram e o mandaram parar de ficar procurando Fantasmas que não existiam, mais Danilo era curioso demais para parar, e agora que ele estava tão perto de descobrir quem era o garoto ele não ia simplesmente desistir , então  ele esperou a noite cair e ficou no corredor esperando os fantasmas , quando ele estava quase dormindo o menino enforcado apareceu ele estava quase vendo o rosto completo do garoto, mais derepente  o fantasma desaparece e ele começa a escuta milhares de vozes gritando a mesma coisa:
- Por que voce deixou ele morrer?
Rapidamente ele tampa os ouvidos mais as vozes pareciam ecoar na sua cabeça e ele desmaia ali mesmo, já de manha seus pais acordam e vêem Danilo dormindo na sala então o acordam e perguntam o que aconteceu, depois que ouvem a historia ficam preocupados e decidem sair para achar um psicólogo e deixam seu filho sozinho em casa.
    Chegando em casa eles percebem ela estava complemente vazia , seu pai vai para o quarto procura-lo e passando pelo corredor ele nota uma gota de sangue no chão e ao olhar para cima ele vê seu filho enforcado e com um pequeno pedaço de papel na mão escrito:
- Por que eu deixei meu avo morrer ?
Alucard
Enviado por Alucard em 26/10/2006
Reeditado em 27/10/2006
Código do texto: T274539
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alucard
Adustina - Bahia - Brasil, 27 anos
1 textos (72 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 05:59)