Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GAROTA PENDURADA

Califórnia, verão de 1950.
- “Policiais continuam investigando o desaparecimento da jovem Susan...”
A notícia foi interrompida bruscamente, desligaram a tv, afinal o Rock’s Burger era uma lanchonete freqüentada por jovens que adoravam um agito, sendo assim saiu de cena a tv dando lugar a jukebox...
Era no Rock’s Burger que os alunos do colégio Granville, inclusive Norman Harris, se reuniam para devorar hamburgers, batatas fritas, deliciosos milk-shakes, falar mal dos professores e é claro paquerar. Exceto Norman, ele nunca falava mal de nenhum professor e também nunca paquerava ninguém, pois ele era fiel a sua musa... a garota do calendário. Norman fazia o gênero esquisito; tímido, fracote, míope e extremamente dedicado aos estudos. Ele sempre repudiou as pin-ups, garotas que pousavam seminuas para calendários, mas àquela era diferente, olhando bem através daquele sensual calendário, podia-se ver uma garota inocente, sem malícias.
- Hei babaca! Olha por onde anda! Cuidado pra não cair. Ops! Tarde demais...hahaha.
- Steven dê o fora daqui! Não quero badernas em minha lanchonete, e você Norman levante-se logo daí. Tente ser mais durão “filho”! Não deixe que aquele babaca e a turma dele te ridicularizem.Reaja!
- Sim, senhor Rock. O senhor tem razão - na próxima vez eu arranco a cabeça dele.
- E então o que vai querer hoje?
- Um milk-shake.
- Algo mais?
- Não. Está quase na hora do jantar, preciso ir para casa fazer companhia para mamãe.
- É claro, sua mãe – como vai ser durão se é o filhinho da mamãe...
- Norman, oi!
- Oi Peg! Tudo bem?
- Tudo! E você?
- Eu estou ótimo...estou amando.
- Hã?!?Você está paquerando alguém?
- Sim estou...mas é segredo, não comente com ninguém.
- Não se preocupe...
- Hei Peg! O que você tem? Ficou estranha de repente.
- Nada!!! Não tenho nada.
- Quer um pouquinho? Está uma delícia!
- Hã!?! Não obrigada - perdi o apetite. Tchau! Tenho que ir.
- Tchau.
Chegando em casa.
- Coma devagar garoto!Tenha modos à mesa.
- Desculpe, mamãe! É que não resisto à sua comida.
- Você é mesmo um garoto excepcional, meu filho! Se seu pai fosse vivo teria orgulho de você.
- Agora não esqueça de tirar a mesa e lavar os pratos, vou assistir o show do Ed Sullivan na tv.
- Claro mamãe!
Após lavar os pratos, Norman subiu rapidamente para o quarto, estava ansioso por àquele momento.
- Desculpa a demora, querida!Tive uns imprevistos. Mas agora estou aqui, e sou todo seu! Meu amor...
Enquanto isso!!!
- Interrompemos o show, para darmos um comunicado urgente!!! Novas pistas sobre o desaparecimento da jovem pin-up Susan Miller. Testemunhas viram a jovem ser abordada por um rapaz magro, de óculos...
- Que horror! Este mundo está cheio de criaturas perversas, ainda bem que meu Norman é um garoto exemplar.
- Este é o retrato falado do suposto sequestrador.
Após ver o retrato falado a senhora Harris deu um grito e desmaiou.
Não demorou muito para os policiais cercarem a casa de Norman. Ao entrarem na casa, subiram as escadas e arrombaram a porta do seu quarto. O cadáver da jovem Susan, com as vísceras aparecendo, estava pendurado na parede.
Condenado à prisão perpétua, Norman fez um único pedido à sua mãe.
- Mamãe, na próxima vez que a senhora vir me visitar, poderia me trazer o calendário da Susan? Está pendurado na porta de meu quarto.
Marissa
Enviado por Marissa em 27/09/2007
Reeditado em 29/09/2007
Código do texto: T670442

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autora: Marissa. e-mail: <elianecosta_76@yahoo.com.br>.Edição; produção e vozes caricatas: Guto Russel. www.radiowebnews.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marissa
Joinville - Santa Catarina - Brasil, 41 anos
20 textos (2105 leituras)
4 áudios (535 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 16:49)
Marissa