Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Evento Inesquecível

   Caio esticou o braço para acabar com o barulho enjoado do despertador.
   Estava na hora de levantar. Manhã, dia bonito e Sol.
   Retirou as cobertas de cima do corpo e, em um só impuslo, levantou. Foi ao banheiro, escovou os dentes e olhou o espelho. Não a si mesmo, mas o espelho, que estava sujo. Já começou o dia de mal humor.
   O telefone tocou. Quem seria àquela hora da manhã?
   Atendeu. Era engano. Mais uma coisa para incomodá-lo.
   Pensou: "Vou ver as notícias". Ligou a TV e colocou no canal de notícias.
   - 25 mortos em desabamento no Rio de Janeiro.
   - 10 feridos em atentado com bomba.
   - 234 pessoas mortas em descarrilhamento de trem.
   Mas uma chamou sua atenção:
   - Encontrado corpo de homem de 60 anos enforcado. Foi deixada uma carta que indica suicídio.
   O tal homem de 60 anos era seu vizinho.
   Caio ficou impressionado. Agora havia acordado realmente.
   Tomou um banho, vestiu-se e foi pentear o cabelo em frente ao espelho. Passou a mão, pois estava embaciado.
   Surpresa sua! Viu, pelo espelho o homem de 60 anos!
   Virou-se. Não havia nada.
   Sorriu e pensou o quanto é um idiota.
   Estava bravo consigo mesmo, pois sempre acordava com  humor negativo.
   Virou-se novamente para o espelho.
   E neste, embaciado, estava escrito: "Nunca reclame da vida. Eu me enganei".
Cesar Coelho
Enviado por Cesar Coelho em 04/03/2006
Código do texto: T118580

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Coelho
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
17 textos (1143 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:52)
Cesar Coelho