Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

69… Ai priminho????

É verdade amigas o meu kido primo empanou no numero 69 a dali não passa, porque será? Penso que enfim deve ser uma tara dele pelos números, será?  Mas que eu saiba o 69 é apenas um acima de 68 e um abaixo do 70, aiiiiii que esta coisa de abaixo e acima está a fazer-me confusão. hihihihihihihihihi
Bom amigas, vamos ao que interessa o meu priminho ficou-se pelos 69 textos há quase duas semanas, imaginem duas semanas no 69, aqui para nós, creio que ele está a abusar, não acham?
Ele que é um escritor do amorrrrrrrrrrrr ficar-se assim no 69 tanto tempo, não dá para entender; Mas lá que acho gracinha, aqueles números, um com a cabecinha para cima e outro para baixo até que é giro mesmo... Mas estar assim há duas semanas, que é que acham amigas? Será que ele não vai escrever mais no recanto? Será que a estupor da Vila flor ou lá o que é, mo roubou?
Ai amigas! Esta do 69 está a dar cabo de mim, porque será que o gajo não põe ao menos mais um poeminha para fazer os setenta, mas que me tenta... tenta. Não estou a falar do 69, mas da poesia dele, que coisa amigas... Parece que tenho de ver a Enciclopédia do Kama Sutra para saber o que isto significa. Porque fiquem a saber que eu sou uma mulher muito culta, até conheço este livro. Costumava ficar com ele à cabeceira para ver se o velho Barão tinha tesã........ interesse por estas coisas, mas o gajo só queria roncar e assim se finou... Roncando.

A minha kida Paty deixou um recadinho para mim, mas eu como sou muito arrumadinha esqueci onde coloquei a palavra pass do recanto e estou lixada para responder. Assim respondo aqui:
Minha querida Paty, beijinhosssssssssssssssssssss  de muito carinho, isso de chorar pelos cantos pelo primo não faço, nem que ele fique o resto da vida no 69, só vou para os cantos com ele, podes crer que não é para chorar, ou antes até choro….. aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

Ai primo do coração
Pára com o sessenta e nove
Não cries em mim a ilusão
Vai mas é ver se chove

Andas de cabeça perdida
Pelas praias de além mar
E eu neste Porto escondida
E no meu dedo a chuchar

Paty minha querida
És um amor de menina
Se soubesses da minha vida
No sessenta e nove termina

Eu amo o que ele escreve
E o malvado sabe disso
Quero estar com ele em breve
Sessenta e nove é enguiço

Aiiiiiiiiiiiiiiii meus Kidos e minhas Kidas já estou cansada de escrever e não consigo descortinar o porquê do gajo ter parado no 69, que coisa, mas que se lixe.

Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii Marianinha minha Kiducha um dia ofereço-te uma chucha.
Mandas-me palavras tão lindas que qualquer dia vou aí à tua praia para vestir-mos o monoquini (Fio dental) para mostrarmos os nossos bumbuns e as nossas maminhas... Queres? Vamos arranjar cá cada gajo...hhihihihihihihihihihihi  Depois vamos almoçar na Ilha do Paraíso, pagas tu claro, também almoçar com uma celebridade como eu custa caro, hihihihihihihihihihi  Os homens que digam... hihihihihihihi tadinhos.
Tenho cá umas saudades do meu brasileiro do Rio de Janeiro...
 Diz que é melhor que o meu primo, vou-me a ele ai vou... vou!...


Beijufasssssssssssssssss da Barooooo ( Boaaaa como sempre mas ainda sem coiso... Que coisa!)
Baronesa de Vilalice
Enviado por Baronesa de Vilalice em 08/05/2006
Código do texto: T152641
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baronesa de Vilalice
Portugal, 52 anos
71 textos (8119 leituras)
12 áudios (5757 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:24)
Baronesa de Vilalice