Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cemitério dos Epitáfios Sinceros

     Se você passar pela Serra dos Capuchinhos, verá uma aldeia na várzea onde se pode observar um cemitério bastante incomum. Visitando-o descobre-se que a cidadela guarda um sinistro segredo: nas lápides não estão talhados escritos de entes queridos dos falecidos, mas sim confissões sinceras dos próprios mortos que lá repousam.
     Logo após a entrada estão os túmulos dos habitantes mais antigos da cidade. Na lápide do primeiro prefeito lê-se: “Gastei o dinheiro de minhas fazendas para me eleger prefeito, e quando eleito roubei o dinheiro público a fim de me enriquecer ainda mais. Morri cheio de fortuna, mas não a pude levar comigo. Na terra fui temido, mas agora sou esquecido. Descanso, mas não encontrei a paz”.
     Seguindo o jardim lê-se de um falecido: “Aqui jaz um covarde. Não tive coragem de ser um bom marido. Fui orgulhoso, não remediei meus erros e saí deste mundo sem dizer para minha esposa tudo que poderia ter dito. Tomaram-me como homem de bem, exemplo de pai de família, mas nada disso eu fui, e agora nada mais me resta a não ser a solidão e o silêncio ao qual eu mesmo sentenciara minha família enquanto vivia”.
     Em conformidade com os epitáfios você perceberá que enquanto aquelas pessoas estavam vivas estavam ainda sendo alguma coisa, mas, ao morrer, tudo aquilo que elas estavam sendo acabou por se tornar tudo o que elas foram, porque não vivendo mais não poderiam ser outra coisa além de tudo o quanto tinham sido.
     Assim, aconteceu que os habitantes daquela aldeia passaram a viver de outra forma, tanto que os epitáfios mais recentes passaram a ser de agradecimento pelo que os falecidos tinham vivido em vida, ao invés de lamentação e arrependimento, como os mais antigos.
     E se você estiver em viagem, não deixe de visitar, pois, o cemitério dos epitáfios sinceros.
           

Vitor Junior
Enviado por Vitor Junior em 31/05/2006
Reeditado em 21/10/2013
Código do texto: T166579
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vitor Junior
Maringá - Paraná - Brasil, 36 anos
380 textos (144431 leituras)
5 e-livros (131 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:26)
Vitor Junior