Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Primeiro Ato

O lápis chega para o boneco de madeira articulado para desenho e diz:
-- Tô tão desapontada - era um lápis fêmea
-- Por quê?
-- O apontador não está mais mandando ver. Está ficando velho e para piorar está ficando cego.
-- Mas ele não foi ao médico? - perguntou o boneco articulado de madeira
-- Sim, mas sabe o que ele disse ao médico? "vê se não amola" e ainda arrancou o cartaz de proibido esfumar do hospital
-- Que mala! Sei de um cara que limpa tipos como esse da face da Terra.
-- Ai, que maldade!
-- Bricadeirinha! E como vai aquele seu primo. Aquele de cor?
-- Olha o racismo!
-- Desculpa! Quer um pastel?
-- Não quero nada que tenha óleo. É dieta sabe.
-- Soube que o 6B vive um caso proibido com 2H.
-- Xi! E se o nanquim descobrir a coisa fica preta!
-- Ele não merece isso! Ah, e o Estilete cortou o Canson da sua vida. Disse que era papel de idiota.
-- Pior é a aquarela azul que tá fazendo tratamento para hidrofobia. Mas me conta, e a borracha? - disse o boneco de madeira tentando mudar de assunto
-- Ela me adora! Sempre disfarça meus erros no trabalho, mas acaba se sujando com essa atitude!
-- Bem, Lápis, tenho de ir.O dever me chama. Adorei te ver.
-- Você se deu bem na carreira de modelo. Nós escritores e redatores é que não somos valorizados. Tchau, hein!
-- Té mais!
Cora
Enviado por Cora em 14/06/2006
Código do texto: T175451
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cora
Boa Vista - Roraima - Brasil, 30 anos
6 textos (271 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:30)
Cora