Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não o requisitaram

- Desculpe-me, Wilson, mas não há espaço para você.

Wilson é um menino de paz e amor, que vive preso em casa pela mãe desorientada. Na flor da infância, o pequeno Willy adorava os amigos, mas a inocência se foi. Coitado dele, sentia-se traído por todos que o cercavam. O menino já não acreditava em nada aos treze anos. Um rapaz na pré-adolescência incrédulo e sozinho. Pobre, pobre, Wilson.

Wilson só gostava de uma coisa, escrever. O garoto escrevia do amanhecer ao entardecer. Pequeno Willy anotava em todo lugar, fosse computador ou papel, tudo que lhe vinha à cabeça. O moleque era esperto, no geral, só escrevia crônicas; ele sabia como este tipo de redação é cobrada, o modelo de texto mais complexo.

O garoto gostava de fazer tudo a sua maneira. Wilson não gostava de aceitar os conselhos de terceiros, só alguns da mãe, por obrigação. Menino que gosta de comer e beber de tudo, mas engorda com muita facilidade. Um moleque difícil de classificar.

Wilson usava aquelas camisas sociais muito lavadas, com aparência surrada. Estava sempre com um All Star azul, as Jeans desfiadas e as meias brancas, que não passavam da língua do tênis. Um garoto alternativo, porém, não fora de moda.

Wilson vive até hoje nas garras da mãe, que não o requisita para as caminhadas matinais e as viagens anuais. Convive sempre com amigos, que não o requisitam para brincadeiras ou atividades legais. Mantém relações com o pai, que não o requisita nos passeios do clube em que trabalha. Ele é sozinho. Coitado, ninguém o chama para nada. Ela é parecido comigo. Aliás, igual.
Bat Atha
Enviado por Bat Atha em 15/11/2006
Código do texto: T291737
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bat Atha
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 25 anos
10 textos (11721 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:35)
Bat Atha