Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando escrevi isso não tinha o que fazer

- Vai te lascar - gritou a mulher, enraivecida.
- Vá você, sua desesperada!!! - retrucou o camarada.
- Pague meus dez real!! E pague ligeiro!! - gritou de novo a mulher.
- Pague a moça, meu fio! - disse o velhinho que estava sentado à mesinha de dominó em cima da calçada do lado do barzinho que  ficava na esquina da rua da lotérica com a rua do Cruzeiro, bem no fim da ladeira do esquisito.
- Homi, eu não devo nada a ela não!
- Deve sim - disse  a moça. Você prometeu!!
- Você pediu dinheiro para comprar comida. Dez reais. Eu disse que ia dar, mas ai resolvi fazer umas compras no Supermercado pra você: comprei pêra, uva, maça, salada mista, feijão, arroz, carne, frango, batata inglesa, brasileira, escocesa, japonesa, etc, etc etc, comprei roupa pra você numa loja, levei você pra passear, te dei do bom e do melhor e você me cobra dez contos?
O velhinho que estava sentado à mesinha de dominó em cima da calçada do lado do barzinho que  ficava na esquina da rua da lotérica com a rua do Cruzeiro, bem no fim da ladeira do esquisito olhou para a mulher e disse:
- Vai te lascar!!!!!!!!!!!!!
Depois olhou pro camarada e disse:
- Me dá dez real?
Jackes Vieri
Enviado por Jackes Vieri em 21/09/2007
Código do texto: T661541
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jackes Vieri
Catende - Pernambuco - Brasil, 32 anos
5 textos (493 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/17 20:56)
Jackes Vieri