Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORNO É VOCÊ.

DESACONSELHADO PARA MENORES DE 18 ANOS.

Conheci um sujeito que trabalhava trazendo madeira de Belém para vender em Fortaleza. O sujeito era meio doido. Seu maior sonho, segundo ele mesmo contava, era criar uma menina desde pequena, e quando ela chegasse a certa idade se casar com ela. Coisa de maluco mesmo. Acho que era pra ter certeza que ninguém ia comer a menina antes dele.

Aqui, no Ceará, ele passava três, quatro meses sem ir em casa, vendendo e cobrando as vendas fiadas. Enquanto não recebia todo o dinheiro das vendas não voltava para o Pará.

Certa vez, demorou-se bastante aqui e deixou a mulher, com quem vivia em Belém, sozinha à mercê dos gaviões e ela aproveitou a deixa, já que o marido não dava notícias há meses, e arranjou um namorado.

Um marinheiro do Rio de Janeiro que desembarcaram em Belém e por lá ficou alguns meses, e esse tempo aproveito pra ficar comendo a mulher do doido do madeireiro.

Quando voltou para Belém ele tomou conhecimento do caso, inclusive ficou sabendo o nome do sócio. Mesmo assim não deixou a mulher e continuou vivendo com ela normal e tranquilamente.

Um belo dia, o telefone toca, ligação a cobrar, interrurbarno ao meio-dia, e o madeireiro atende. A pessoa do outro lado da linha, uma voz de homem pede para falar com a mulher dele, madeireiro, que desconfiado, pergunta quem é que deseja falar com ela.

O sujeito se identifica e madeireiro logo concluiu que é o marinheiro.

Daí em diante travaram o seguinte diálogo.

- Madeireiro: Seu filho de uma puta, você não tem vergonha de ligar pra minha mulher, não?

- Marinheiro: Filho da puta é você, seu veado.

- Madeireiro: Veado é você! Vá tomar no cu!

- Marinheiro: Veado o quê? Seu corno!

- Madeireiro: Roxo de raiva e não tendo mais o que dizer com o marinheiro sai com essa: Corno o que seu, veado? Corno é você. Você comeu minha mulher só uma vez e eu como ela todo dia.

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
MAIO/2007
Henrique César
Enviado por Henrique César em 21/10/2007
Código do texto: T704091

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Henrique César
Fortaleza - Ceará - Brasil, 65 anos
582 textos (126906 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 22:35)
Henrique César