Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Assassinato de Rufian Blake - Parte Dez

COULTARD (POR BART SCOTTS, POLICIAL)

Bom dia, Thompson. O delegado Miller disse que eu iria com você para Coultard, está bem? Que ótimo. Então vamos logo para não ficar muito tarde. Não se incomode com o cheiro desse carro. Precisa ser lavado, eu sei. Quer ouvir uma música? Ah, tem razão. Coultard é bem pertinho daqui. O que a perícia achou naqueles corpos. Ahá! Eu sabia que tinha sido o mesmo cara que matou o Rufian. Zaransky sabia demais e foi morto. O tenente chegou e abriu a porta da hospedaria na hora em que o assassino estava matado o estalajadeiro e acabou morrendo também. Ou então o corpo que foi encontrado fez muito barulho com a queda e o assassino logo percebeu. Quem está no Monte San Diego com a perícia? Ah, o Colledorp. Eu gosto dele é um cara simpático. O que você acha de Colledorp, Thompson? Eu também acho ele bem legal. Chegamos. Vamos nos separar. Você vai pela direita e eu pela esquerda. Bom dia senhora, por acaso a senhora viu um carro Lectax 2001 de cor preta passar por aqui há dois ou três dias? Viu? Estava apressado, sei. Mas de onde ele veio? Peralt? Quem é Peralt? Ah, sim um bar. E onde fica o Peralt? Ah, em Partmount, distrito de Coultard. Estou indo para lá. Obrigado, senhora. Partmount é um local isolado do mundo. Só há umas três ou quatro famílias morando lá. Eu preciso encontrar Thompson para avisá-lo. Olha ele ali. THOMPSON!!! Achou algo, Thompson? Eu? Eu encontrei. Uma senhora disse que viu o carro passar por aqui e que tinha vindo de Partmount. Voltar pra a Delegacia? Mas e Partmount? Tem razão, o bar só deve abrir à noite. Vamos voltar. Estamos muito perto do criminoso.
Drume Draan
Enviado por Drume Draan em 25/10/2006
Código do texto: T273151
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Drume Draan
Burkina Fasso, 22 anos
62 textos (1708 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:24)