Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ORIGEM DO CORDEL

A vocês que se graduam
em nossa universidade
Aprenderam à origem
Do cordel de verdade
Não preciso de mentir
Pra alimentar a vaidade

Sei que o leitor amigo
Talvez nunca escutou
A origem do cordelismo
Onde tudo começou
Veja agora meu colega
Como se popularizou

Foi lá na Idade Média
Que começou a circular
Quando se desenvolveu
A literatura popular
Feita por homens do povo
Sem instrução escolar

A marca de oralidade
Logo ver na transmissão
Pois o cordel é feito
Normalmente pro povão
E se a elite se apossar
Só por força da razão?

Nesse caso meu leitor
Falarei desse gênero
De caráter popular
Precisarei de esmero
Pra perfeita exatidão
Já que é isso que mais quero

Do trovador medieval
 Ao repentista sertanejo
Na arte do fazer versos
Tal homem no desejo
Trabalha com dedicação
Pois é esse o seu manejo

Maneja com muito amor
A arte feita com a mão
A arte do fazer versos
Que não agrade ao patrão
Nem tão pouco a burguesia
À força da inclusão

Cordel é assim chamado
Devido à sua exposição
Pois ele é vendido
Dependurado em cordão
Feiras, mercados, praças
São lugares da emoção





São lugares da emoção
Por cordéis ali, expostos
Pois que chamam à atenção
Das pessoas nos seus gostos
Nesta literatura
Os versos são bem compostos

No cordel versos são feitos
Com métrica elaborada
A rima obedece à ordem
De um alguém que do nada
Faz de tudo e muito mais
Pois responde a uma charada
 
Destaca-se muito o artista
Na arte da xilogravura
Convidado pelo poeta
Com sua mais bela gravura
Enfeitar pro cordelista
Esta boa literatura

Aderlan é nome
Dedico-me a estudar
Estudo com esmero
Respeitando meu lugar
Leio e faço cordel, mas
Amo mesmo é ensinar
Não estou sendo demagogo


Sou quase pedagogo
E sinto bem recitar
Os poemas feitos de punho
De caráter popular
Aderlan Gonçalves
Enviado por Aderlan Gonçalves em 04/09/2009
Reeditado em 24/11/2013
Código do texto: T1792591
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (ALMEIDA, Aderlan Gonçalves).
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aderlan Gonçalves
Lapão - Bahia - Brasil, 34 anos
14 textos (10964 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/11/14 11:11)
Aderlan Gonçalves



Rádio Poética