Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LITERATURA DE CORDEL

A literatura de cordel,
Originalmente oral,
É uma poesia popular
Que veio de Portugal
E, de forma inconteste,
Se instalou no Nordeste,
No período colonial.

Esse nome recebeu
Por ser ela produzida
Por pessoas populares
E nas feiras difundida.
Pendurada num cordão
Fica exposta e, então,
Aos leitores é vendida.

A literatura popular
Aos poucos foi se tornando
Cada vez mais conhecida
E adeptos foi ganhando.
Com o seu jeito arredio
Pelo nordeste do Brasil
O cordel foi se espalhando.

São comuns, no cordel,
Os temas mais populares
Em que alguns poetas
Declamam seus pesares
E cantam com sutileza
Suas alegrias e tristezas,
Suas sortes, seus azares...

Também são frequentes
Os temas relacionados
À política do Brasil
E à fé dos flagelados
Que trazem na memória
Um pouco daquela história
Dos ancestrais escravizados.
 
Literatura bem-humorada
E de fácil divulgação,
O cordel foi ganhando
Prestígio e admiração
De escritores nordestinos
Conterrâneos de Virgulino,
Para muitos, o Lampião.

E por ser de baixo custo,
É vendido facilmente
Pelos próprios autores
Que vivem tão somente
Dos sonhos e fantasias,
Das tristezas e alegrias
Em seus versos presentes.

No cordel há vários nomes
De destaque nacional.
E Patativa do Assaré
Foi simplesmente genial
Na arte de versejar
E em seus versos contar
A luta do bem contra o mal.

Mas a literatura popular,
Ou simplesmente cordel,
Não é somente aquela
Registrada no papel,
Mas também a do artista
Cuja arte repentista
O torna à rima fiel.

E se ainda eu fosse falar
Sobre tudo que descobri
A respeito do cordel
E dos poetas que conheci,
O tempo me faltaria
E palavras eu não mais teria,
Por isso encerro por aqui.
Joésio Menezes
Enviado por Joésio Menezes em 20/05/2010
Código do texto: T2268197

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Joésio Menezes
Planaltina - Distrito Federal - Brasil, 53 anos
364 textos (15493 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/14 20:25)
Joésio Menezes



Rádio Poética