Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIAJANDO PELOS LIVROS – HOMENAGEM AO DIA DO ESCRITOR!

VIAJANDO PELOS LIVROS – HOMENAGEM AO DIA DO ESCRITOR!
J.B.Xavier


Descortinei mil mundos
Em viagens alucinantes,
Sonhei, sofri e chorei
Em histórias desconcertantes...

Fui cavaleiros andantes,
fui marinheiro arrojado,
Fui amante e fui amado
Nas idas e vindas da História...

Eu fui o herói sem glória,
Viajante intergaláctico,
Fui vidente enigmático
Nos abismos siderais

E fui tantas coisas mais!
Fui um príncipe encantado,
Fui também um renegado
Vivi entre densas selvas,

Corri por campos de relvas,
Fui o Médico e o Monstro!
Fui acerto e desencontro
Fui a alma que se encanta

Senti na própria garganta
O gosto da guilhotina,
Fui a sorte e fui a sina
De sábios e imperadores.

Fui o ódio e fui amores
De intrigas cortesãs,
No Éden fui as maçãs
E os desejos de Eva.

Fui a oração que eleva,
E a maldição assassina.
Fui garoto, fui menina,
Fui O Príncipe e o Mendigo,

Fui tempestade e abrigo
Fui luz e também fui treva!
Fui a reza que eleva
E fui o ódio que aflora!

Eu fui os sonhos de outrora,
Eu fui as Vinhas da Ira,
Fui a verdade e a mentira
Fui paixão arrebatada,

Eu fui o tudo e o nada,
Eu fui doces corações.
E naveguei com Camões
Pelas trilhas da tragédia.

Eu fui a Divina Comédia,
Fui Romeu e Julieta,
Saí desse meu planeta
Fui direção e percursos.

Eu estive nos Discursos
Com que Platão se expressou,
Amei como ele amou.
Eu fui das feras o faro,

Nas Neves do Kilimanjaro.
Fui opressor e garrote,
Viajei com D. Quixote,
Pelos moinhos de vento.

Eu estive no momento
Em que Peri e Ceci
Amaram, nO Guarani!
Fui Espumas Flutuantes,

Senti medo alucinante
No Poderoso Chefão!
E de novo em Tubarão,
Tremi como uma criança.

Fui também a esperança
De que voltasse à vida
Nossa Bela Adormecida.
Fui Tarzan em muitas grotas,

Torci pelo Gato de Botas,
E fui a cigarra amiga
Na Cigarra e a Formiga.
Fui choro que desespera

No drama A Bela e a Fera.
Fui um grande Monsenhor
Nas Sandálias do Pescador!
Senti os Ventos Uivantes!

Estão em mim os instantes
Dos livros, e toda a alegria!
Nada disso existiria
Nem ódio nem o amor,

Se não existisse o escritor!!

* * *
JB Xavier
Enviado por JB Xavier em 25/07/2005
Código do texto: T37651
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
JB Xavier
São Paulo - São Paulo - Brasil
1049 textos (179073 leituras)
50 áudios (18291 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 10:49)
JB Xavier

Site do Escritor