CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

OS 66 LIVROS DA BÍBLIA.

Peço permissão a Deus,
E a divina providencia,
Pra relatar neste texto,
Espero ter competência,
As verdades escondidas,
Que estão na santa Bíblia,
Sem peso na consciência.

Quero falar de seus livros,
Em todas suas riquezas,
De verdades infinitas,
E exorbitantes belezas,
Os provérbios e conselhos,
E a Lei o grande espelho,
Que nos guia com certeza.

Eu vou começar por Gênesis,
Primeiro livro sagrado,
Com cinqüenta capítulos,
Bem impressos registrados,
Relatando toda a criação,
E a grande peregrinação,
De um povo escravizado.

Êxodo é o livro segundo,
Registrado na história,
Tem só quarenta capítulos,
Isso tenho na memória,
E a trajetória de José,
Um jovem de muita fé,
Da escravidão para gloria.

Conta também esse livro,
A caminhada de Israel,
Durante quarenta anos,
Sob a proteção do céu,
De um povo a murmurar,
Mostra a queda do maná,
O pão com sabor de mel.

Agora chego a levitico,
Nessa minha caminhada,
Com vinte sete capítulos,
Em suas páginas sagradas,
É no velho testamento,
Conselhos e mandamentos,
Por Moisés apregoadas.

Números é o quarto livro,
Em capítulos trinta e seis,
A separação das tribos,
Contou-se ali por sua vez,
Moisés determinou ali,
A escolha da tribo de Levi,
Como os guardiões da lei.

Cheguei a deuteronômio,
É um livro de repetição,
De trinta e quatro capítulos,
Tem em sua terminação,
Onde Moisés recebeu,
A ordem dada por Deus,
Depor a vida em suas mãos.

Foi ali no monte Nebo,
Que finda sua caminhada,
Assim no cume do Pisga,
Foi-lhe a sorte desenhada,
Passando pela memória,
A sua absorvente história,
Rumo a terra almejada.

O sexto livro é Josué,
E tem o nome do autor,
De trinta e quatro capítulos,
O jovem conquistador,
Que estando ali no deserto,
Mesmo com destino incerto,
Propôs servir ao senhor.

Foi esse mesmo Josué,
Que o Jordão atravessou,
Que após partir Moisés,
A todo Israel comandou,
Jovem de grande valia,
E foi um dos doze espias,
Que a Canaã observou.

Juntamente com Calebe,
Enfrentou a multidão,
Que em grande alarido,
Cantavam triste refrão,
Da incrível covardia,
Dos covardes dez espias,
Perante a congregação.

O sétimo livro é Juízes,
Nele relatam-se as batalhas,
Só tem vinte e um capitulo,
Minha memória não falha,
Em seus períodos de guerra,
Pelas conquistas das terras,
Derrubavam-se muralhas.

É nesse livro que se conta,
A triste história de sansão,
Um jovem forte e valente,
Mas mui’ duro de coração,
Que se afastou do senhor,
E um preço altíssimo pagou,
Morrendo na escuridão.

Chegamos ao oitavo livro,
De quatro capítulos apenas,
O pequeno livro de Ruth,
Autora de algumas cenas,
Dessa mulher Moabita,
Uma moça jovem e bonita,
E uma família pequena.

O nono é primeiro Samuel,
Em seu volume primeiro,
Contem trinta e um capítulos,
Com relatos verdadeiros,
Encontram-se escritos ali,
A vitória do menino Davi,
Sobre o gigante guerreiro.

Ali conta-se a história,
Do pequenino Samuel,
Entre para o senhor,
Como presente do céu,
Filho do ancião Eucana,
Tendo por sua mãe Ana,
Família humilde de Israel.

O décimo livro da Bíblia,
Que se encontra registrado,
Chama-se segundo Samuel,
Nos canônicos sagrados,
Em capítulos são vinte e quatro,
Relatando muitos fatos,
Verdadeiros e comprovados.

Chego ao décimo primeiro,
Chamado de primeiro reis,
Contém vinte dois capítulos,
Foi o que ali comprovei,
São nesses livros contados,
Pela história comprovados,
Os feitos de muitos reis.

No livro também se conta,
Do grande rei Salomão,
Considerado o mais sábio,
Do seu tempo em ação,
Que conseguiu fascinar,
 A linda rainha de Sabá,
Queiram acreditar ou não.

Chegando a segundo reis,
Que é o décimo segundo,
Ali encontramos a Elias,
Um profeta moribundo,
Com vinte e cinco capítulos,
Todos eles bem escritos,
Ser lido em todo o mundo.
 
Em sua grande idolatria,
Estavam Acabe e jesabel,
Essa malditosa rainha,
Fazendo errar a Israel,
Onde tudo aconteceu,
Na presença de Eliseu,
Que Elias subiu ao céu.

Chego a primeira Crônicas,
Livro das ginecologias,
Com vinte e nove capítulos,
Em todas suas alegorias,
Tendo em principal papel,
Contar aos filhos de Israel,
Com todas suas famílias.

Estou em segunda Crônicas,
Décimo quarto contado,
Contém trinta e seis capítulos,
Todos eles bem narrados,
Ali o grande rei Salomão,
Implementou a construção,
Do templo tão esperado.

Chegamos ao livro de Esdras,
Décimo quinto livro sagrado,
Com apenas dez capítulos,
Pelo próprio Esdras lavrado,
No tempo de Zorobabel,
Um dos Grandes de Israel,
Todos os fatos relatados.

Chegamos a Neemias,
Arquiteto e construtor,
Sacerdote de coragem,
E profeta do senhor,
Tinha uma fé muito além,
Nas ruínas de Jerusalém,
Os seus muros restaurou.

Neemias o décimo sexto,
Do santo livro inspirado,
Escrito pra conhecermos,
Nossos heróis do passado,
Com treze capítulos apenas,
Retratando todas as cenas,
De uma fase conturbada.

Agora é o décimo sétimo,
Bem pequeno esse livro é,
Tem somente dez capítulos,
Cheguei ao livro de Ester,
Quem ler fica na memória,
 Essa emocionante história,
De uma mulher de grande fé.

Chegando ao livro de Jó,
Que é o décimo oitavo,
Quarenta e dois capítulos,
Inteiramente inspirados,
Um homem justo e leal,
Que se desviava do mal,
E que foi por Deus testado.

Todos conhecem a história,
Desse homem paciente,
Que suportou duras provas,
Mesmo inocentemente,
Pois perdeu tudo que tinha,
Em uma sorte mesquinha,
Sendo duramente provado.

Ainda que semimorto,
Em sua fé não vacilou,
Resistiu aos maus amigos,
Que tanto lhes acusou,
Teve a carne em podridão,
Com cinzas deitado ao chão,
Assim por Deus aguardou.

Já estou no livro de Salmos,
Décimo nono livro sagrado,
Cento e cinqüenta capítulos,
Estão na Bíblia registrados,
Seus cânticos e orações,
Poesias e belas canções,
Deixam-nos maravilhados.

Nele o grande rei Davi,
Louva e pede socorro,
Em suas horas de aflito,
Por ele e pelo seu povo,
Vitórias e lamentação,
Derrama-se em contrição,
Pede um coração novo.

Vigésimo livro é provérbio,
Escrito por rei Salomão,
Tendo trinta e um capítulos,
E conselhos de montão,
Repleto de grande verdade,
Que temos necessidades,
De guardá-las no coração.

O livro de Eclesiastes,
É o vigésimo primeiro,
E tem só doze capítulos,
Com alertas e conselhos,
Falados por Salomão,
Verdade em profusão,
De contextos não alheios.

Já no vigésimos segundo,
São os cânticos de Salomão,
É esse o livro que exalta,
Ao amor em profusão,
E em seus oitos capítulos,
É o verdadeiro amor descrito,
Numa grande declaração.

Chego ao livro de Isaias,
Sendo o vigésimo terceiro,
Todo cheio de profecias,
Que se cumprem por inteiro,
Com sessenta e seis capítulos,
Que são muito bem escritos,
Do último até ao primeiro.

Estou no vigésimo quarto,
Que é o livro de Jeremias,
Profeta contemporâneo,
 Dos tempos de Isaias,
Os capítulos cinqüenta e dois,
Conto os detalhes depois,
Desse filho de Hilquias.

Cheguei a Lamentações,
Nessa intensa caminhada,
Cinco capítulos apenas,
Na biblioteca sagrada,
É ele o vigésimo quinto,
Há! Quanta tristeza sinto,
Por Jerusalém amada.

Aqui se ver a tristeza,
De um profeta em aflição,
A orar intensamente,
Em angustiante comoção,
Pedindo a Deus anistia,
Chora o profeta Jeremias,
Por toda aquela nação.

Agora o vigésimo sexto,
É o livro de Ezequiel,
Quarenta e oito capítulos,
Alguns com sabor de fel,
Tem o nome do profeta,
Que cumpri a risca a meta,
Ditada pelo Deus dos céus.

O vigésimo sétimo livro,
Das sagradas escrituras,
Onde existem profecias,
Para as gerações futuras,
Falo do livro de Daniel,
Homem que honrou o céu,
Passando triste amargura.

Somente doze capítulos,
Tem esse livro apenas,
Mas nos é suficiente,
Pra nos envolver nas cenas,
Que atinge o tempo do fim,
Enquadra a você e a mim.
No âmago desse dilema.

Agora eu chego a Oséias,
O jovem filho de Beeri,
Vigésimo oitavo livro.
Na minha conta até aqui,
Que se casou com Gomer,
Era meretriz a tal mulher,
Uma das filhas de Deblaim.

Apenas quatorze capítulos,
Tem esse livro inspirado,
Pois é o vigésimo nono,
O que está comprovado,
Onde o profeta retratou,
A insatisfação do senhor,
Com os atos ali praticados.

Chego ao livro de Joel,
Que por sinal é menor,
Com apenas três capítulos,
Com uma mensagem só,
De alerta e reprovação,
Um convite a consagração,
Pro acontecimento maior.

O trigésimo livro é Amós,
Um profeta verdadeiro,
E os seus nove capítulos,
Foi por ele escrito inteiro,
Um profeta de coragem,
Trazendo dura mensagem,
Como um fiel mensageiro.

E o trigésimo primeiro,
É o livro de Obadias,
Tem um capitulo apenas,
Escritos naqueles dias,
Fala-se da reprovação,
Mas ressalta a redenção,
Restaurando a alegria.

Chego ao trigésimo segundo,
Jonas o profeta teimoso,
Contendo quatro capítulos,
Com um ato audacioso,
De um homem obstinado,
Que pegou o barco errado,
Fugindo por ser medroso.

Mas ali podemos ver,
Como tudo aconteceu,
Mesmo ali escondido,
Deus dele não esqueceu,
Assim lançado ao mar,
Deus pode lhe preservar,
E cumprir o desígnio seu.

Estou no trigésimo terceiro,
Com sete capítulos apenas,
Nos dias de Jotão e Ezequias,
A onde se viam as cenas,
Assim é o livro de Miquéias,
Contemporâneo de Oséias,
De uma região pequena.

O livro trigésimo quarto,
Do grande livro sagrado,
Vejo o livro de Naum,
Que por Deus foi intimado,
Com apenas três capítulos,
Que por ele foram escrito,
Isso é fato consumado.

Chego ao trigésimo quinto,
Em capítulos são só três,
É o livro de Habacuque,
Narrados sem altivez,
E a grande repreensão,
De um profeta em oração,
Que já li mais de uma vez.

Estou no trigésimo sexto,
Que é o livro de Sofonias,
Um jovem Manso e fiel,
Um neto de Gedalias,
De três capítulos somente,
Mas que esteve presente
Nos tempo do rei Josias.

Agora é o trigésimo sétimo,
Pequeno livro de Ageu,
De dois capítulos apenas,
Fez isso sem gosto seus,
Que disse a Zorobabel,
Filho mais velho de Salatiel,
Essas mensagens de Deus.

Já o trigésimo oitavo,
É o livro de Zacarias,
O corajoso profeta,
Que não tinha hipocrisia,
Com quatorze capítulos,
Por este profeta escrito,
Seu pai era Baraquias.

Quatro capítulos apenas,
Tem o livro de Malaquias,
 É ele o trigésimo nono,
Escrito sem hipocrisias,
Ali está bem  explicado,
A erradicação do pecado,
Para os seus e os nossos dias.

Findo essa primeira etapa,
Desse grande empreitada,
Desses trinta e nove livros,
Numa obra bem versada,
Encerro nesse momento,
Todo o velho testamento,
Das escrituras sagradas.

E nessa segunda parte,
Dessa minha caminhada,
Vou narrar os vinte e sete,
Numa parte separada,
Começo nesse momento,
Versar o novo testamento,
Das escrituras sagradas.

Primeiro livro é Mateus,
O publicano e cobrador,
Um homem que certo dia,
Com Jesus se encontrou,
Por Jesus foi alcançado,
E por seu amor tocado,
Quando Cristo o convidou.

Com vinte e oito capítulos,
Esse primeiro evangelho,
Mostrando os atos de Jesus,
Com todos os seus paralelos,
Tem parábolas e histórias,
Do eterno Rei da Glória,
Tantos relatos mui belos.

Segundo é o livro de marcos,
Que mostra com exatidão,
Em seus dezesseis capítulos,
Todo amor e compaixão,
Do grande Rei do universo,
Que esteve ali tão perto,
Às margens do Rio Jordão.

O terceiro é o livro é Lucas,
Com o nome do próprio autor,
Tem vinte e quatro capítulos,
Esse evangelho do senhor,
É o único que preanuncia,
O lindo cântico de Maria,
Agraciada mãe do salvador.

Chego ao livro de João,
Que foi o discípulo amado,
É ele o quarto evangelho,
Por ele mesmo traçado,
Só tem vinte e um capitulo,
Tem o nome do discípulo,
Nas páginas do livro sagrado.

Passando ao livro de atos,
O quinto nessa escalada,
Com vinte e oito capítulos,
Em nossa Bíblia sagrada,
Mostra-nos a perseguição,
Sofridas por nossos irmãos,
Em sua árdua caminhada.

Chego à epístola de Romanos,
Que tem Paulo por autor,
Com seus dezesseis capítulos,
Mostra-nos seu árduo labor,
Onde pra se consagrar,
Paulo procura nos mostrar,
A sua grande luta interior.

Chego a primeira Coríntios,
Mais um degrau dessa escada,
Também dezesseis capítulos,
Dentro das escrituras sagradas,
Pela inspiração do senhor,
O livro que se exalta o amor,
Pelo apóstolo foi registrada.

Estamos em segundo Coríntios,
Cumprindo a vontade de Deus,
Com treze capítulos apenas,
Que o apóstolo Paulo escreveu,
Fala de seu desprendimento,
E também dos sofrimentos,
Que esse apóstolo sofreu.

Chegando ao livro de Gálatas,
De polêmicas recheado,
Com apenas seis capítulos,
E assuntos complicados,
Dá margens àquele que ler,
Se acaso quiser perverter,
Todos os seus significados.

Chego à epístola de Efésios,
Com prefácio e saudação,
Também contém seis capítulos,
Instando-nos a santificação,
Ver-se aqui inteiramente,
Paulo orando pelos crentes,
Exortando-nos a salvação.

Já cheguei a Filipenses,
E suas páginas sagradas,
Quatro capítulos somente,
Foram ali publicadas,
Onde Paulo com razão,
Expressa sua gratidão,
Pela graça ali alcançada.

Agora em Colossenses,
Com benção e saudação,
Em seu capitulo primeiro,
Paulo explica sua missão,
Somente quatro capítulos,
Pelo apóstolo escritos,
Para a nossa exortação.

Primeira tessalonicenses,
De palavras da verdade,
É ali que Paulo exorta-nos,
À prática da santidade,
Cinco capítulos ao todo,
E alguns preceitos novos,
Escritos pra irmandade.

Segundo Tessalonicenses,
Onde Paulo na verdade,
Revela as características,
Sem nenhuma vaidade,
Tem três capítulos apenas,
Mas revela todas as cenas,
Do homem da iniqüidade.

Vim pra primeiro Timóteo,
Onde por Paulo é revelado,
O mal das falsas doutrinas,
Para o cristão descuidado,
Em apenas seis capítulos,
Paulo deixou bem escrito,
Tudo ali bem explicado.

Já em segundo Timóteo,
Paulo faz a exortação,
Ao firme jovem Timóteo,
A ter zelo na pregação,
E nos seus quatro capítulos,
Paulo prever seu martírio,
E o prêmio da salvação.

É nesse livro que Paulo,
Fala da grande apostasia,
E a libertinagem dos jovens,
Vividas nos últimos dias,
Arrogantes e caluniadores,
Avarentos e blasfemadores,
Sem nenhuma nostalgia.

Cheguei ao livro de Tito,
Pequeno livro por sinal,
De três capítulos somente,
Já estou perto do final,
De minha grande jornada,
Percorrendo uma escada,
De sessenta e seis degraus.

Já estou em Filemom,
Cheio de exortação,
Nem um capítulo somente,
Do prefácio a saudação,
Que Paulo de próprio punho,
Escreveu em testemunho,
A Filemom amado irmão.

Cheguei ao décimo nono,
Que é o livro de Hebreus,
Contendo treze capítulos,
Na santa palavra de Deus,
Com palavras da verdade,
Mas até hoje ninguém sabe,
Se foi Paulo que o escreveu.

Vigésimo livro é Tiago,
Que nos fala sem receios,
Das maledicências da língua,
Órgão que deve ter freios,
E nos diz isso sem exitar,
Quem não tropeça no falar,
Sem precisar de rodeios.

Cinco capítulos somente,
Tem esse livro sagrado,
Nele o apóstolo escreveu,
Sobre a origem do pecado,
Ensinou-nos com maestria,
Como se obtêm sabedoria,
E ser um cristão consagrado.

Chegado a primeira Pedro,
Que ele mesmo é o autor,
Contendo cinco capítulos,
Na palavra do Senhor,
É o vigésimo primeiro,
E nos exorta por inteiro,
Na santidade do amor.

Segunda Pedro também,
Tem nele a exaltação,
Das escrituras sagradas,
Quer acreditemos ou não,
Três capítulos na verdade,
Exorta-nos a santidade,
Enquanto há salvação.

Já o vigésimo terceiro,
A primeira epístola de João,
Tem cinco capítulos apenas,
Escritos por suas mãos,
Retrata nesses capítulos,
As obras dos anticristos,
Em toda a sua exatidão.

Em sua segunda epístola,
Exorta-nos à santificação,
A termos o amor fraternal,
Dentro de nosso coração,
Restam três livros apenas,
A chegar às últimas cenas,
Narradas pelo apóstolo João.

Cheguei à terceira epístola,
Faltam agora dois somente,
É nela que apóstolo João,
Exorta e adverte a gente,
Escrita de próprio punho,
Dando um fiel testemunho,
Para a edificação do crente.

Chego ao livro de Judas,
O penúltimo dessa escada,
Com uma página somente,
Muito bem pronunciadas,
Onde mostra com exatidão,
Os ímpios e sua punição,
Nas escrituras sagradas.

Chego agora ao Apocalipse,
O último em minha jornada,
Contém vinte e dois capítulos,
Com mensagens preparadas,
Enviadas às sete igrejas,
Conta-nos da grande peleja,
Que lá no céu foi travada.

Também em Apocalipse,
Que foi mostrado em visão,
Prisioneiro em uma ilha,
Esteve ali nosso irmão,
Não se sabe quanto tempo,
Passou por esse tormento,
O fidedigno apóstolo João.

Sete anjos e sete trombetas,
Viu sete selos também,
Uma mulher e um dragão,
A luta do mal contra o bem,
Viu João a grande vitória,
Na subida para a gloria,
E a linda nova Jerusalém.

Viu Deus enviar os flagelos,
Como uma grande punição,
Viu o cordeiro e os remidos,
Todos sobre o monte Sião,
Os três anjos mensageiros,
E a vitória do cordeiro,
Sobre o feroz dragão.

Viu a erradicação do mal,
A extirpação do pecado,
Um ambiente diferente,
Totalmente renovado,
A grande multidão cantando,
De palmas brancas louvando,
Ao cordeiro imaculado.

João viu a nova cidade,
De vidro como cristal,
As ruas feitas em ouro,
De belezas sem igual,
Viu o coro do cordeiro,
Com seu exército inteiro,
Dos que venceram o mal.

Viu os ímpios sendo mortos,
Ser pelo fogo consumido,
Com a prisão de Satanás,
Os seus choros e gemidos,
Viu também a paz reinando,
Jesus e os salvos caminhando,
O grande Rei e pastor amigo.

Junto a um rio cristalino,
João viu a árvore da vida,
Com dose frutos diferentes,
Cada um com suas medidas,
Ouviu o cântico do cordeiro,
Ressoar no universo inteiro,
Como a canção preferida.

Viu ele a grande muralha,
Que circunda a santa cidade,
Com as suas lindas portas,
Doze pérolas de verdade,
Os salvos podem entrar,
E em paz poderão habitar,
Por toda a eternidade.

Findo aqui mais uma obra,
Com as escrituras sagradas,
E seus sessenta e seis livros,
Em versos esquadrinhada,
Louvo assim papai do Céu,
A inspirar-me nesse cordel,
Numa obra bem narrada.

Tire um pouco de tempo,
Assim conclamo a você,
Conheça a Bíblia Sagrada,
Meu caro amigo que a ler,
Conheça seus ensinamentos,
O velho e o novo testamento,
Garanto vão se surpreender.

As Escrituras Sagradas,
Não tem prazo de validade,
É nova em todos os tempos,
Sem ter períodos ou idades,
Os bons caminhos indica,
E nosso coração se purifica,
Com tesouros de verdade.

Veja que a Bíblia sagrada,
Tem cânticos e poesias,
Parábolas e tem histórias,
Tem conselhos e profecias,
Conta a história da cruz,
Leia-a e encontrarás Jesus,
O amigo nas horas sombrias.

Cosme B Araujo.
06/05/2013.
CBPOESIAS
Enviado por CBPOESIAS em 06/05/2013
Código do texto: T4276492
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
CBPOESIAS
Porto Velho - Rondônia - Brasil
1462 textos (102428 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 31/07/14 20:40)