Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Festas de Padroeiro

As festas são dedicadas a um Santo
É a alegria da população
É um grande espanto
Aqui lembramos o rei do baião

Nessa época as mulheres se destacam
Os homens amadurecem
Todos se atracam
E as crianças crescem

Somos um nordestino sertanejado
Liberdade é está preso aqui
Forró não se dança afastado
Têm que está juntinho a te

Vêm para esse imenso sertão
Todo tipo de gente
Como diz Luiz Fidelis
Gente que só vive apaixonada
Gente que tem duas namoradas
Gente que está com tudo
E gente que não está com nada

Não é preciso ser convidado
Nem ter dinheiro
Basta estar animado
E gostar do pé-de-serra bem arrastado

Saulo Alencar Alves Pereira       Janeiro 2005
Saulo Alencar
Enviado por Saulo Alencar em 02/10/2005
Código do texto: T55819
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Saulo Alencar
Recife - Pernambuco - Brasil, 31 anos
15 textos (1416 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:24)
Saulo Alencar