Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Basta uma cabritinha, pro bicho ficar de pé.

Autor: Daniel Fiúza
            24?11/2007

Pro bicho ficá de pé
Num carece nem de chá
Nem viagra ou feitiço
Ou carregá patuá
Nada disso é necessário
Pra levantar o canário
Basta o pasto mudá.

E uma cabrita encontrá
Novinha cheirando a leite
Com tudo durinho em riba
Sem precisar de enfeite
O trem vira um dormente
O sangue vai correr quente
Pra esquentar seu deleite.

Sem precisar de azeite
O negócio vai subir
Porque quando o bode é véi
A coisa tende a cair
Como diz a voz do povo
Comendo um capim novo
O bode véi vai grunhir.

Quando a cabrita surgir
Toda cheia de frescura
Mostrando seios e bunda
E toda sua formosura
Até chumbo vai subir
Querendo logo cuspir
Qualquer brochura ela cura.

Quebra coco e tudo fura
Numa loucura total
Aquilo que tava mole
Vira uma cobra coral
Dá uma, duas e três!
Fica trepando um mês
Vira um garoto legal.

Fica matando a pau
Ciscando no galinheiro
Feito um galinho novo
Bem chegado no terreiro
Passa o dia bodejando
Com a cabrita pastando
Querendo ser o primeiro.

Se o bode tem dinheiro
Vai agradá a cabrita
Dá casa carro e comida
Quando o tesão dela grita
Vai comer até morrer,
Mas vai morrer de prazer
Que o bicho até levita. .


Domfiuza.
Domfiuza
Enviado por Domfiuza em 24/11/2007
Código do texto: T751293
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Domfiuza
Santa Barbara D'Oeste - São Paulo - Brasil
1103 textos (144199 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 19:42)
Domfiuza