Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Jesus Noel

Jesus Cristo resolveu dar uma chegadinha na terra para ver de perto como estavam comemorando a data do seu nascimento. Com aquela mesma roupa simples que ele caminhava nas margens dos mares da Galiléia, apareceu numa cidade grande exatamente naquele dia que antecedia o Natal. Seus olhos claros, acostumados a refletir todos os tipos de luzes, chegaram a ficar doendo com a intensidade das iluminações natalinas. Mas ele logo se acostumou. E resolveu dar uma caminhada para saber como as famílias estavam se preparando para a festa.
Arrastando as suas sandálias pelas ruas, Jesus bateu em várias casas. Mas logo que os moradores divisavam o seu rosto barbudo e avistavam as suas roupas simples, nem esperavam que ele falasse: já iam dizendo que não tinha nada para dar de esmola e mandando que ele viesse outro dia. Jesus nem conseguia passar as cercas de grades. Ninguém abria o portão. Em algumas casas, ele teve mais sorte: trouxeram um prato de comida e estenderam para ele através da cerca de ferro. Alguns até desejaram feliz Natal, mas sem se aproximar muito. Jesus caminhou pelas ruas, sem nada conseguir, até perto da meia-noite. Foi então que aconteceu um milagre que abriu todas as portas para o Filho de Deus...
Nem parecia milagre: Jesus estava caminhando numa calçada quando um homem, nervoso, perguntou se ele não queria ganhar alguns trocados sem trabalhar muito. O homem disse que o não aparecera o Papai Noel que ele havia contratado para entregar os brinquedos dos seus filhos. E pediu para Jesus vestir a roupa de Papai Noel e fazer a entrega. Ele pagaria. Jesus aceitou. Vestiu a máscara e a roupa vermelha e, milagre dos milagres, conseguiu entrar em uma luxuosa casa.
Depois de entregar os presentes, mesmo não tendo muita prática na profissão, Jesus foi saindo da casa, juntamente com o homem, que tentava pagar pelo trabalho. Jesus, ainda fantasiado, disse que não precisava de dinheiro. O homem, então, fez a seguinte proposta: “Quem sabe tu ficas com esta roupa de Papai Noel. É bem novinha e tu pode vender e fazer algum dinheiro com ela”. Jesus aceitou. E, sem tirar a fantasia, voltou a caminhar pelas ruas. Os foguetes de Natal já estavam começando a explodir...
Pois foi exatamente a roupa vermelha e a máscara que abriram novas portas para Jesus. Muitos diziam “Entre, Papai Noel”, “Venha jantar conosco, Papai Noel”. E Jesus recebeu centenas de abraços e votos de feliz Natal. Sem entender bem o que estava acontecendo, Jesus foi saindo de fininho. Logo que sentiu que ninguém estava olhando, tirou a roupa de Papai Noel e voltou a caminhar pelas ruas, agora sem ser notado por ninguém. Enquanto voltava para o seu céu, onde as estrelas cintilavam alegres para aplaudir a sua chegada, Jesus tomou uma decisão: “Acho que vou começar a festejar o meu nascimento em outra data. No Natal não dá mais. Todo mundo festeja somente o nascimento deste tal de Noel, que eu nem lembro direito quem é...”.
Milton Souza
Enviado por Milton Souza em 21/11/2007
Código do texto: T746392
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Milton Souza
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 72 anos
67 textos (5983 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 02:17)
Milton Souza